This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > LGP30002
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESE Setúbal
Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

Audição, Visão e Surdez

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2009/2010 - 2S

Código: LGP30002    Sigla: AVS
Áreas Científicas: Línguas e Literatura

Ocorrência: 2009/2010 - 2S

Secção: zLínguas

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
LGP 20 Plano de Estudos 4,0 48 108,0

Docência - Horas

Ensino Teórico-Prático: 2,5
Orientação Tutorial: 1

Tipo Docente Turmas Horas
Ensino Teórico-Prático Totais 1 2,50
José Catarino Soares   2,50
Maria José Freire   0,00
Orientação Tutorial Totais 1 1,00
José Catarino Soares   1,00


Docência - Responsabilidades

DocenteResponsabilidade
José Manuel Catarino SoaresResponsável

Nº de semanas letivas: 15

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem

ver ponto 1 e 5 do programa

Programa

Autor e docente do programa:José Manuel Catarino Soares

1.Introdução

Esta unidade curricular tem por objectivo habilitar os estudantes deste curso com conhecimentos teóricos da relação ecológica especial que os seres humanos, em particular as pessoas surdas, estabelecem com a percepção auditiva e com a percepção visual.

2.Competências a desenvolver

As que constam da peça instrutória F do plano de estudos deste curso, com os números 1.2, 3, 4, 6, do grupo B.

3.Temas e Conteúdos

A percepção visual, com um enfoque particular na teoria da visão de David Marr e na teoria da percepção visual de J.J. Gibson. A percepção auditiva. A experiência surda. A relação entre as pessoas ouvintes e as pessoas surdas.

4. Estratégias e Metodologias de trabalho

4.1 Estratégias de gestão do programa

Aulas expositivas. Apresentação de temas seleccionados pelos alunos a partir de sugestões propostas pelo docente. Palestras por convidados ouvintes ligados à Comunidade Surda de longa data.

4.2 Acompanhamento tutorial

De acordo com as solicitações dos estudantes, ou, sempre que for considerado necessário, por iniciativa do docente.

4.3. Participação dos estudantes

Espera-se dos estudantes a tempo inteiro que sejam assíduos e intervenientes, condição essencial do progresso das aprendizagens e do êxito nas avaliações, e dos estudantes-trabalhadores que combinem previamente com o docente o modo como participarão no desenrolar desta UC por forma a compensar a sua menor assiduidade.

5. Aprendizagens esperadas

No final desta UC, espera-se que os estudantes

− se tenham apropriado dos conceitos e dos métodos subjacentes à análise dos temas propostos

− sejam capazes de aplicar os conhecimentos adquiridos de forma autónoma.

6.Actividades de desenvolvimento ou complementares da unidade

Participação nas aulas, relatos das conferência dos convidados propostos pelo docente. Participação em actividades extra-curriculares potenciadoras dos conhecimentos adquiridos através das aulas e do estudo (seminários, encontros, conferências e eventos relacionados com a comunidade surda)

7.Avaliação

Avaliação formativa será feita de um modo contínuo, através das actividades propostas nas aulas. A avaliação sumativa tomará a forma de um trabalho de grupo sobre um tema proposto pelo docente e de um portefólio individual com o relato das palestras feitas pelo convidados acompanhadas de uma apreciação pessoal


8.Bibliografia

Language, Cognition and Deafness. Michael Rodda & Carl Grove. Lawrence Erlbaum Associates, Publishers. London. 1987.

The Fire within the Eye. A historical essay on the nature and meaning of light. David Park. Princeton University Press. Princeton. New Jersey. 1997.

Visual Perception: physiology, psychology and ecology. 2nd edition. Vicki Bruce & Patrick R.Green. Lawrence Erlbaum Associates, Publishers. Hove and London. 1993.

The Ecological Approach to Visual Perception. J.J. Gibson. Boston. Hooghton Mifflin. Boston. 1979.

Sight, Sound and Sense. T. Sebeok (org.). Indiana University Press. Bloomington. 1978.

Vision: a computational investigation into the human representation and processing of visual information. David Marr. W.H. Freeman and Co. San Francisco. 1982.

Emotion in the human face. 2nd edition. Paul Ekman. Cambridge University Press. Cambridge, 1982.


Métodos de Ensino

Ver ponto 4 do programa

Modo de Avaliação

Opções
Últimas Notícias
Candidaturas a Mestrados e Pós-Graduação ESE/IPS
Pré-Requisitos 2022/2023 - provas alteradas para dia 26/05/2022
Página gerada em: 2022-05-24 às 17:29:10 Última actualização: 2010-07-19