This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > LGP30006
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESE Setúbal
Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

Teoria e Prática da Tradução e Interpretação IV

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2017/2018 - 1S

Código: LGP30006    Sigla: TPTIIV
Áreas Científicas: Línguas e Literatura
Secção/Departamento: Ciências da Comunicação e da Linguagem

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
LGP 5 Plano de Estudos 5,0 60 135,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Maria José Duarte FreireResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 4,00
Ana Maria Silva   3,00

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Outra língua de ensino: Língua Gestual Portuguesa

Neste último ano do curso, as disciplinas de TPTI 4 e 5 irão aprofundar os conhecimentos adquiridos pelos
alunos nos anos anteriores e abordar vertentes de trabalho do ILGP mais diversificadas e especializadas.
As competências técnicas, práticas e teóricas desenvolvidas são aquelas consideradas essenciais ao
desempenho das funções de ILGP no que diz respeito ao domínio das línguas em presença, LGP e LP,
respetivas condicionantes linguísticas e culturais, e às estratégias de tradução adequadas aos diversos
contextos.

Conteúdos programáticos

Desenvolvimento e enriquecimento vocabular e prática de tradução de e para LGP em contextos
diversificados especializados.
Tradução e interpretação no âmbito educacional e nos diversos níveis educativos: características,
exigências e condicionantes.
Como ultrapassar dificuldades de interpretação e tradução no âmbito de vocabulário raro ou terminologia técnica, nomes, números e ambiguidades de tradução; a comunicação gestual internacional
(condicionalismos e estratégias adotadas).


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Compreensão das funções do tradutor intérprete de LGP e aquisição de conhecimentos teóricos e práticos
mais específicos. As temáticas abordadas nesta UC pretendem levar os estudantes a aprofundar conceitos
avançados da tradução e interpretação e a desenvolver os seus conhecimentos e competências no âmbito
da tradução e interpretação em geral e no contexto da LGP em particular.

Metodologias de ensino

Abordagem teórica: exposição de temas; distribuição de documentação; pesquisa temática orientada;
apresentação de temas relacionados com os conteúdos pós pesquisa dos alunos; discussão e debate.
Abordagem prática: realização de exercícios práticos de interpretação e tradução; exercícios de tradução
em LGP; gravações áudio e vídeo e sua análise e correção, exercícios de tradução para voz através da
visualização de vídeos e treino da leitura da LGP e sua respetiva tradução escrita/oral; elaboração de
glosas das gravações vídeo e áudio e de glosas de correção.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

A articulação entre a abordagem teórica e a abordagem prática pretende incentivar a participação ativa e interessada por parte dos alunos, essencial ao progresso da disciplina e à obtenção de sucesso nas avaliações.
A par de uma participação nas aulas, realização de pesquisas orientadas, realização dos exercícios
propostos pela docente, potencia-se a participação em atividades extracurriculares potenciadoras dos
conhecimentos adquiridos nas aulas (seminários, encontros, conferências e eventos relacionados com a
comunidade surda).
Desenvolvimento dos conhecimentos teóricos e práticos. Capacidade de identificar, selecionar e utilizar estratégias de tradução adequadas aos diferentes contextos de tradução e interpretação, atingindo sucesso em traduções de dificuldade avançada.
Os exercícios práticos desenvolvidos nesta UC pretendem criar um ambiente propício à assimilação
destes conhecimentos e à adoção das estratégias mais adequadas.

Metodologia e provas de avaliação

Avaliação Teórica (trabalho teórico/teste) - 30%
Avaliação Prática (1/2 trabalhos práticos de tradução para LGP/LP - gravação audiovisual e glosa)- 40%
TLGP+20% TLP = 60%
- Participação; Assiduidade - 5%
- Trabalho autónomo; TPC - 5%

Bibliografia

Freire, M. J. (2011). A Criança Surda e o Desenvolvimento da Literacia, Coleção Informar, nº 7, Lisboa: INR
Goodale, M. (1987). The Language of Meetings, Hove: Language Teaching Publications
Ojala, R., L. S. Gibson (2005). La Interpretación de los Signos Internacionales, Madrid: CNSE –
Confederación Nacional de Sordos de España (tradução)
Seal, B.C. (1998). Best Practices in Educational Interpreting, Boston, …: Allyn and Bacon,
Stewart, D. A., J. D. Schein, B. E. Cartwright, (1998). Sign Language Interpreting – Exploring its Art and Science, Boston, …: Allyn and Bacon,
World Federation of the Deaf (2007). A handbook on international sign – Manual de signos internacionales, Madrid: Fundación CNSE e Fundación FAXPG,
Web:
http://videos.sapo.pt/academialgp
http://www.spreadthesign.com/br/
http://www.deaflympics.com/icsd.asp
http://www.surduniverso.pt
Surdo Tv - http://surdotv.com/wordpress/
www.cervantesvirtual.com/portal/signos

Opções
Últimas Notícias
Candidaturas a Mestrados e Pós-Graduação ESE/IPS
Pré-Requisitos 2022/2023 - provas alteradas para dia 26/05/2022
Página gerada em: 2022-05-24 às 16:23:07 Última actualização: 2010-07-19