This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > EDB20042
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?

Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2023/2024 - 2S

Código: EDB20042    Sigla: PDA
Áreas Científicas: Formação Educacional Geral
Secção/Departamento: Ciências Sociais e Pedagogia

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
LEB 63 Plano de Estudos 2015_16 4,0 48 108,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Luísa Manuela da Costa Ramos de CarvalhoResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 2 8,00
Antónia Fernandes   6,40

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Objetivos de aprendizagem
- Compreender o processo de desenvolvimento / aprendizagem tendo em conta a sua dupla ancoragem nas raízes biológicas e culturais, processo ao longo do ciclo de vida
- Conceber os processos de codeterminação da mente e da cultura humana
- Discernir as teorias implícitas sobre o processo de desenvolvimento / aprendizagem
- Proceder a uma análise sócio histórica das conceções sobre a infância
- Conhecer os contributos da teoria e investigação psicanalítica para a compreensão do desenvolvimento da criança e do adolescente
- Refletir sobre as profissões do humano na sua dimensão da relação e dos afetos
- Compreender o ato educativo como um processo dinâmico onde o tranfer e o contratransfer estão sempre presentes - analisar os afetos e sentimentos envolvidos
- Entender a complexidade de implicações subjetivas, do peso da sua própria história e das forças de amor e ódio que atravessam a profissão e as instituições onde ela se exerce

Conteúdos programáticos

Introdução
Psicologia do Desenvolvimento
Psicologia da Educação

1. As conceções sobre a mente
. Empirismo e behaviorismo.
. Construtivismo
. Socioconstrutivismo
. A revolução cognitivista
. A psicologia cultural do desenvolvimento
. A teoria do processamento da informação: a metáfora computacionalista.


2. O desenvolvimento do pensamento
. O nascimento do pensamento: entre afeto e cognição

3. As relações precoces
. A vinculação
. O nascimento psicológico da criança
. O desenvolvimento do pensamento narrativo
. A narrativa ao longo da vida: Life-span

5. O inconsciente e a estrutura da personalidade
. Os mecanismos de defesa

7. A sexualidade infantil e suas consequências
. Passos de construção do self

8. A adolescência.
. Moratória e identidade

9. Contribuições da psicanálise para a educação
. As profissões do humano. Educar, profissão impossível?
. A relação pedagógica, dimensões relacionais e afetivas
. A autoridade, submissão, violências
. A experiência profissional dos professores: um labirinto bem organizado
. O desejo e a recusa de aprender


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

A valorização da psicologia cultural que reabilitou o estatuto dos estados mentais e da intencionalidade, reconstruindo o conceito de ação.
O destaque dado ao pensamento narrativo, que reintroduz a temporalidade, a subjetividade e a sequencialidade na ação.
A cultura considerada como característica especificamente humana. Evidenciar que a inteligência reflete sempre as condições sociohistóricas da sua emergência.
Evidenciar os elementos dos contextos culturais e micro-culturais não têm a mera função de influenciar o processo cognitivo, mas fazem parte integrante desse mesmo processo
Trabalhar o processo de construção do sujeito como um processo de subjetivação que depende da coconstrução da intersubjetividade.
As intencionalidades deste programa visam dar uma ênfase particular às contribuições da teoria psicanalítica para um conhecimento aprofundado do processo de desenvolvimento da criança e do adolescente.

Metodologias de ensino

As metodologias articulam atividades de natureza teórica e teórico-prática promovendo a articulação com a experiência adquirida e os interesses dos estudantes.


Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

Os saberes e as competências adquiridos pelos estudantes nos seus diversos contextos de vida são considerados recursos fundamentais. Parte-se do pressuposto que os saberes a adquirir pelos estudantes serão construídos com base nos saberes já detidos previamente e em articulação com esses mesmos saberes.
Seguindo uma opção que se inscreve nas perspetivas de uma pedagogia hermenêutica, os temas e respetivos conteúdos são estudados a partir das conceções das estudantes sobre os objetos em estudo. Essas conceções, recolhidas através de questionários, são sujeitas a uma análise de conteúdo realizada pelas estudantes com o apoio dos docentes, que permita desocultar e explorar as conceções implícitas sobre esses mesmos objetos estudados.
A cultura é considerada mais como produto da história do que da natureza, e tornou-se no mundo a que os humanos se têm de adaptar e, simultaneamente, é ela que contém o estojo de ferramentas disponíveis para a construção dessa adaptação (Bruner, 1997). Desta forma, a psicologia cultural adota como princípio metodológico o argumento constitutivo (Bruner, 1997), segundo o qual os fatores culturais desempenham uma função constituinte da mente humana.

Metodologia e provas de avaliação

Na UC existem duas formas de avaliação: avaliação contínua e avaliação final.
Caso opte pela Avaliação Contínua, o estudante terá que participar no mínimo em 2/3 das aulas; a classificação final de cada estudante terá por base, para além da participação qualificada nas dinâmicas propostas:
A realização e apresentação de um trabalho de grupo (peso 70%);
A realização de uma reflexão (30%), a partir de artigos científicos sobre: Inteligência / Inteligência Emocional ou Relação Pedagógica.

Em alternativa à Avaliação Contínua, o estudante poderá optar pelo Exame Final, a realizar na época prevista para o efeito.
Para salvaguardar os direitos dos estudantes em regime especial, as modalidades de avaliação serão negociadas caso a caso.


Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  0
  Total: 0

Bibliografia

Bibliografia principal
Arènes Rènes, (2005). La défaite de la volonté. Seuil
Ariès, P. (2000). A criança e a vida familiar no antigo regime. Relógio d'Água
Bloss, P. (1994). Adolescência. Uma interpretação psicanalítica. Martins Fontes
Bourgeois, E. (1996). L’Adulte en formation. DeBoeck Université
Bower. T. (1983). Uma introdução ao desenvolvimento da primeira infância. Moraes Editores
Bruner, J. (2000). Cultura da educação. Edições 70
Bruner, J. (1997). Atos de significado. Para uma psicologia cultural.Edições 70
Cifali, M. (1994). Le lien éducatif: contre-jour psychanalytique. Presses Universitaires de France
Cifali, M. Moll, J. (1985). Pedagogie et psychanalise. Dunod
CRESAS (1991). Naissance d’une pédagogie interactive. ESF Éditeur
Diatkine (1986) O que é um adolescente? Alter Ego
Dolto F. (1980) O despertar do espírito. edições 70
Dolto F. (1982) Psicanálise e pediatria. Dom Quixote

Opções
Página gerada em: 2024-06-25 às 13:10:29 Última actualização: 2010-07-19