This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > LAS19
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?

Oficina de Artes Visuais

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2023/2024 - 1S

Código: LAS19    Sigla: OAA
Áreas Científicas: Artes
Secção/Departamento: Artes

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
LAS 36 Plano de estudos_2021 5,0 60 135,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Joana Isabel Gaudêncio MatosResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 4,80
Joana Matos   4,00

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

A unidade curricular de “Oficina das Artes Visuais”, visa favorecer o aprofundamento do conhecimento dos estudantes sobre aspetos relacionados com a observação e análise da imagem e com a produção artística, abrangendo as suas múltiplas áreas.

Neste sentido, foram estabelecidos os seguintes objetivos:

a) Conhecer uma variedade de práticas artísticas, considerando aspetos de natureza social, cultural, ambiental, histórica e identitária.
b) Compreender o contributo das artes plásticas para o desenvolvimento da literacia e cultura visuais;
c) Compreender as potencialidades plásticas e estéticas dos meios e técnicas artísticas.
d) Promover hábitos de pesquisa, observação e interpretação de objetos e práticas artísticas.
e) Proporcionar, ao estudante, o conhecimento prático e o domínio de técnicas e métodos expressivos.
f) Mobilizar conhecimentos de natureza técnica, estética e cultural no desenvolvimento de projetos artísticos.
g) Conceber e planificar atividades de artes visuais, capazes de estimular a criatividade e promover a sensibilidade estética de diferentes públicos, considerando contextos não formais de aprendizagem.

Conteúdos programáticos

Os conteúdos programáticos a desenvolver durante a Unidade Curricular, pretendem explorar uma dupla vertente da aquisição de competências no domínio específico das técnicas e dos materiais, numa estreita relação com as modalidades do pensamento visual e plástico. Nesse sentido, serão abordados os seguintes conteúdos:

1. A ARTE COMO FORMA DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO
Literacia e Cultura Visual.
Perceção, Interpretação, Representação.

2. PROCESSOS ARTÍSTICOS

Linguagens, Meios e Técnicas Bidimensionais
Exploração de técnicas e materiais de artes plásticas, aplicados sob diversos suportes. A importância das técnicas e dos materiais.

Linguagens, Meios e Técnicas Tridimensionais
Exploração de meios, materiais e técnicas de artes plásticas diversificados em composições tridimensionais.
A importância das técnicas e dos materiais.

3. PLANIFICAÇÃO DE ATIVIDADES
Planificação de atividades tendo em conta a especificidade de diferentes públicos.
Reflexão crítica sobre o processo criativo e educativo: fundamentação, práticas, contributos pedagógicos e integração de saberes.


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Considerando as especificidades técnicas e plásticas de um conjunto de práticas artísticas, os conteúdos explanados na Unidade Curricular de Oficina das Artes Visuais procuram contemplar uma dupla vertente da aquisição de competências no domínio específico das técnicas e dos materiais, numa estreita relação com as modalidades do pensamento visual e plástico, no que concerne as práticas bidimensionais e tridimensionais.

Neste sentido, os conteúdos desenvolvem-se em torno de três eixos fundamentais:
Em primeiro lugar, através da exposição oral, leitura e análise de imagens é possível a aquisição de conhecimentos nos vários domínios que integram a comunicação visual em termos globais. Neste sentido, a realização de visitas de estudo permite um contacto direto com o objeto artístico considerando as suas dimensões plásticas, estéticas e integração espacial contribuindo para reforçar a literacia e cultura visuais dos estudantes.

Em segundo lugar serão desenvolvidas um conjunto de experimentações artísticas, considerando uma diversidade de técnicas e materiais incorporados no universo da arte contemporânea e suscetíveis de serem executados pelos estudantes junto de públicos diversificados. A exploração destes conteúdos, que têm em conta meios bidimensionais e tridimensionais, terá em consideração tanto as caraterísticas físicas dos materiais como as potencialidades plásticas e estéticas dessas técnicas. Aqui serão abordadas metodologias projectuais para a criação de produções artísticas centradas em problemáticas da realidade que traduzam um conhecimento integrado e coerente de aspetos técnicos, estéticos e culturais.

Finalmente, o terceiro bloco integra conteúdos relacionados com a planificação de atividades no domínio das artes visuais, direcionadas para contextos informais de aprendizagem, tendo em consideração os conhecimentos adquiridos nos blocos anteriores. Para além de uma compreensão e adaptação de matérias e processos técnicos a grupos específicos, é esperado que os estudantes realizem um trabalho reflexivo onde fundamentem as práticas, contributos pedagógicos e integração de saberes.

Metodologias de ensino

No desenvolvimento desta Unidade Curricular serão privilegiadas metodologias ativas, que assentam na realização de sessões de trabalho que contemplam componentes:

(1) Expositiva e participativa – serão desenvolvidas atividades que irão permitir tanto a exposição de conteúdos e problemáticas geradas como a participação ativa por parte dos estudantes face aos mesmos.

(2) Demonstrativa, experimental e projetual – contempla a experimentação prática de técnicas e materiais, através de uma atitude reflexiva e criativa.

O processo de trabalho será documentado num registo individual (Portfólio Digital) que evidencie os caminhos apontados, desenvolvidos ou abandonados, registo fotográfico dos processos de trabalho, e referências plásticas, artísticas e conceptuais que fundamentam os processos e opções tomadas.

Este processo será alvo de acompanhamento tutorial e da realização de sessões de reflexão. Será ainda realizado um trabalho através da metodologia de trabalho de grupo que consiste na planificação de uma atividade na área de artes visuais, visando contribuir para a formação integral do estudante e futuro animador sociocultural.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

A organização formal desta Unidade Curricular e as metodologias de ensino selecionadas, visam por um lado, domínio dos conhecimentos considerados indispensáveis no âmbito dos processos criativos em arte, e por outro, consolidar a aquisição de competências práticas que habilitem o animador a planear atividades que estimulem a criatividade e a sensibilidade estética em contextos não formais, direcionando-a para públicos diversificados.

A utilização das metodologias de ensino diversas e combinadas que se apresentam, além de promoverem a aprendizagem, estimulam a aplicação das mesmas na futura prática profissional. A metodologia expositiva, será utilizada para momentos de introdução de novos conteúdos teóricos com o auxílio de materiais visuais (por exemplo fotografias ou apresentações) que promovem uma participação ativa face à exposição de conteúdos, bem como a experimentação de técnicas artísticas.

Quanto à via demonstrativa, experimental, possibilitará a mobilização e desenvolvimento de metodologias projetuais, conhecimentos técnicos, formais e culturais na conceção de atividades e/ou objetos. Neste sentido, o desenvolvimento de metodologias de projeto permite corporalizar processos e experiências artísticas particulares, complementadas com uma reflexão e análise crítica de trajetórias empreendidas e resultados obtidos, por outro pelo contacto com diferentes manifestações, intervenções e processos artísticos plasmados em visitas de estudo.

Por último, através de abordagens teórico-práticas é possível dotar futuros profissionais da área da educação não formal, de conhecimentos fundamentais para conceber e planificar projetos de natureza artística.

Metodologia e provas de avaliação

A avaliação da unidade curricular é vista como um processo dinâmico e contínuo onde se destaca a sua dimensão formativa. Operacionalmente, o processo de Avaliação Contínua da unidade Curricular define-se através dos seguintes elementos:

Componente 1 (INDIVIDUAL): Participação, pesquisa e experimentação (80%)

a) Participação nas aulas e capacidade de pesquisa (20%)
b) Realização de todas as Atividades Práticas em Sala de Aula (40%)
c) Portfólio Digital deve ser concretizado ao longo do semestre, de uma forma progressiva. Este deve contemplar as pesquisas efetuadas sobre os temas tratados, memória descritiva e fotografias dos processos de trabalho. (20%)

Componente 2 (GRUPO): Planificação (20%)

a) Planificação de uma atividade de artes visuais para públicos diversificados, tendo como referência o ofício de animador Sociocultural.

Regime de exame:
O programa de exame incide sobre todos os conteúdos programáticos. O exame constará da realização de um projeto que contemple todas as suas fases desde a conceção, planificação até à realização final.

Regime de assiduidade

Os estudantes com estatuto especial e que não possam frequentar regularmente a UC poderão ser avaliados em regime de avaliação contínua, após negociação com os docentes da UC. Desta negociação pode resultar a definição de elementos e momentos de avaliação diferentes dos expostos neste programa.

Os estudantes com estatuto normal que não frequentem um mínimo de 70% de aulas a cada área científica da UC ou reprovem na avaliação, serão avaliados por exame (exame final sobre todos os conteúdos expostos neste programa), a ocorrer em data a definir pela Direção da ESE/IPS.

Opções
Página gerada em: 2024-04-18 às 18:17:01 Última actualização: 2010-07-19