This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > MEMCN1010
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?

Estágio no 1º Ciclo

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2023/2024 - 2S

Código: MEMCN1010    Sigla: E1
Áreas Científicas: Prática de Ensino Supervisionada
Secção/Departamento: Ciências Sociais e Pedagogia

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
MEMCN 11 Plano de Estudos 10,0 190 270,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Elisabete Maria Xavier Vieira GomesResponsável
Maria de Fátima Pista Calado MendesResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 14,30
Bianor Valente   3,20
Carla Cibele Figueiredo   1,80
Luís Mestre   2,60
Maria de Fátima Mendes   2,60
Sónia Patrícia Limpo   2,27

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

- Compreender a entrada na escola do ponto de vista da representação social das crianças e das famílias e das dimensões relacionais implicadas
- Conhecer as várias dimensões da profissão docente, nomeadamente as características da monodocência
- Conhecer os documentos curriculares orientadores da ação do professor
- Conhecer a(s) dinâmica(s) de gestão e organização das escolas do 1.º ciclo, em particular do seu contexto de estágio
- Aprofundar, em situação de contexto, o conhecimento das orientações curriculares das várias áreas do 1.º e 2.º anos de escolaridade
- Conceber, planificar, implementar e avaliar atividades pedagógicas adequadas à turma onde decorre o estágio
- Ensaiar soluções pedagógicas a partir de problemas identificados
- Compreender e ensaiar estratégias de diferenciação pedagógica identificando a sua relevância na resposta às características do processo de
aprendizagem das crianças
- Problematizar e refletir sobre situações vivenciadas na formação em contexto

Conteúdos programáticos

Os conteúdos a abordar consubstanciam-se em torno de quatro temas abrangentes:
1) O/A professor/a e a Escola
2) A docência como profissão relacional: a relação pedagógica com a criança e com o grupo
3) O/A professor/a como gestor do currículo
4) A ação educativa: planificação, ação e avaliação


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Ser docente implica um conhecimento profundo, quer do contexto (escola e sua organização), quer do seu objeto de trabalho (currículo) e perceber e ser capaz de pôr em ação todas as ferramentas necessárias para a concretização do seu trabalho, tendo em conta as especificidades das crianças com quem irá trabalhar.
A planificação das atividades em contexto, a sua implementação e a reflexão sobre essa prática exigem competências específicas que constituem ferramentas fundamentais para a ação pedagógica, competências essas que necessitam de uma formação em contexto de trabalho.

Metodologias de ensino

A UC prevê a alternância de tempos de formação: nas escolas cooperantes e na ESE.
As aulas na ESE destinam-se, prioritariamente, a analisar e a discutir as dimensões da profissão docente, nomeadamente: aspetos referentes à gestão curricular, planificação e avaliação, questões relativas à relação pedagógica ou à organização do ambiente educativo.
A formação em contexto decorre ao longo de 10 semanas, no 1.º ou 2.º anos do 1.ºCEB, sendo as estudantes organizadas em pares. A primeira semana é destinada à observação intensiva ao longo de toda a semana. Durante as restantes 9 semanas, as/os estudantes estagiam 3 dias e estão 2 dias na ESE onde têm apoio o apoio dos supervisores para o desenvolvimento do estágio.
A avaliação incide sobre o percurso e as produções realizadas ao longo do semestre.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

A formação em alternância integrada entre os contextos de formação permite uma socialização à profissão e à especificidade do seu trabalho (escolas cooperantes). A formação na ESE/IPS permite construir e analisar reflexivamente o trabalho realizado na prática e planear a nova intervenção.
Durante 10 semanas, os/as estudantes estagiam em contextos do 1.º ou 2.º ano de escolaridade de modo a compreenderem e agirem pedagogicamente sobre as diversas áreas curriculares e apoiar os alunos nas suas dificuldades.
Procura-se, num primeiro momento, desenvolver uma capacidade de compreender o contexto de intervenção; num segundo, agir de forma colaborativa com o colega de grupo e, finalmente, num terceiro momento, agir de forma autónoma.
A supervisão/tutoria é entendida como um instrumento ao serviço do desenvolvimento pessoal e profissional do futuro professor. O supervisor deve apoiar e acompanhar o grupo tanto em algumas situações em contexto, como nas sessões de reflexão. Procura-se também que haja uma interação permanente entre os professores cooperantes e os supervisores de estágio

Metodologia e provas de avaliação

A classificação resulta dos seguintes produtos de avaliação:
- Sessões na ESE (assiduidade e pertinência das intervenções): 10%
- Estágio (planificações; desempenho): 60%
- Portefólio de estágio: 30%

Bibliografia

Alarcão, I. (2001). Professor-investigador: Que sentido? Que formação? In B. P. Campos (Ed.), Formação profissional de professores no ensino
superior (Vol. 1, pp. 21-31). Porto Editora.
Alonso, L. & Roldão, M.C. (2005). Ser professor no 1º ciclo: Construindo a profissão. Almedina.
Cosme., A., Dima, L., Ferreira, D. & Ferreira, N. (2021). Metodologias, métodos e situações de aprendizagem
propostas e estratégias de ação. Porto Editora.
Cosme, A. (2018). Autonomia e flexibilidade curricular. Porto Editora.
Perrenoud, P. (2001). Porquê construir competências a partir da escola? Editora Asa.
Pinto J. & Santos, L. (2006). Modelos de Avaliação das Aprendizagens. Universidade Aberta.
Roldão, M. C. (2009). Estratégias de ensino. O saber agir do professor. Fundação Manuel Leão.
Documentos oficiais
Perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória.
Aprendizagens essenciais das áreas curriculares do 1.º CEB
Educação para a cidadania

Opções
Página gerada em: 2024-04-18 às 18:41:54 Última actualização: 2010-07-19