This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > MEPAI08
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?

Metodologia de Investigação e de Projetos

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2023/2024 - 2S

Código: MEPAI08    Sigla: MIP
Áreas Científicas: Ciências da Educação(integra Educação e Pedagogia)
Secção/Departamento: Ciências Sociais e Pedagogia

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
MEPAI 12 Plano de Estudos 6,0 45 162,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Ana Luísa Rebelo de Oliveira PiresResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 3,00
Ana Luísa Oliveira Pires   1,46
António Vasconcelos   0,93
Elisabete Gomes   0,86
Gina Lemos   0,27

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

. Compreender a especificidade do trabalho de investigação e de intervenção de modo a optar pela modalidade de dissertação ou projeto.

.Identificar áreas /eixos temáticos do projeto de investigação/intervenção.

.Formular / diagnosticar o problema de investigação/intervenção.

. Conhecer os processos e etapas associadas à planificação de um projeto de investigação/ intervenção.

. Conhecer os princípios e as normas éticas de um trabalho de investigação / intervenção.

. Ler criticamente a literatura de referência no âmbito da temática/problemática da pesquisa.

. Identificar as finalidades e características dos métodos / procedimentos de pesquisa (recolha e tratamento de informação).

. Selecionar a metodologia mais adequada à natureza do problema e do contexto a investigar/ intervir (tipo de abordagem, métodos de recolha, análise e interpretação de informações)

.Conceber o pré-projeto de investigação/intervenção — escolha e justificação do tema/motivações, identificação do contexto e do objeto de estudo/intervenção e respetivas opções metodológicas.

Conteúdos programáticos

. Contexto, natureza, exigências das atividades a desenvolver nas várias modalidades e respetivos produtos: Dissertação ou Trabalho de Projeto.

. Estatuto epistemológico do problema de investigação/ intervenção.

. Concepção de um projeto de investigação e de intervenção: o diagnóstico do problema; a revisão da literatura; os instrumentos de recolha e tratamento da informação empírica.

. Problematização e formulação de questões e objetivos.

. Investigação qualitativa e quantitativa: estudo de caso, investigação-ação, estudos etnográficos, abordagens biográficas, surveys, ...;

. Procedimentos de recolha de informação: observação, inquéritos (entrevistas e questionários), análise documental, ...

. Organização e tratamento de informação.

. Aspectos éticos da investigação e projeto em educação.

. Escrita do pré-projeto de investigação/intervenção — problemática, questões e metodologia geral da investigação/intervenção, planificação das atividades a desenvolver no 2º ano do curso.


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

A UC tem como finalidade orientar os estudantes na preparação das atividades de investigação /intervenção, pelo que assume uma orientação predominantemente reflexiva, crítica e prática.

A UC constitui-se como um espaço formativo destinado à discussão e identificação de temáticas/áreas de investigação/intervenção, à definição do problema, à construção teórica e metodológica para a concepção do pré-projeto investigação/intervenção (que será operacionalizado durante 2º ano do curso de mestrado).

Neste sentido, a UC abordará os conteúdos acima identificados (relativos aos aspetos éticos, epistemológicos e metodológicos), como base para a iniciação do percurso de investigação/intervenção individual.

Pretende-se ainda que seja um espaço de identificação dos contributos das diferentes UC do mestrado para a construção e aprofundamento da curiosidade epistemológica dos estudantes.

Metodologias de ensino

A UC organiza-se em modalidade de seminário, destinada a apoiar a elaboração dos pré-projetos de investigação/intervenção, com o suporte de investigadores/especialistas que apresentarão linhas de investigação e de intervenção, tendo em vista o alargamento de perspectivas dos estudantes e a definição de potenciais temas/problemas/contextos. Haverá momentos de apresentação de conteúdos e sua discussão, promovendo o trabalho autónomo dos estudantes e o debate alargado. Realizar-se-ão tutorias de acompanhamento individualizado do trabalho dos estudantes.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

As metodologias de ensino respondem às exigências decorrentes dos objetivos de aprendizagem da unidade curricular. Centradas na modalidade de seminário, pretende-se que os estudante desenvolvam um percurso que os oriente para a elaboração do seu pré-projeto de investigação/intervenção. O recurso a investigadores/especialistas/profissionais tem em vista o alargamento de perspectivas dos estudantes e a definição de potenciais temas / problemas/ contextos para a construção do pré-projeto.

As aulas de exposição e discussão do desenvolvimento dos projetos dos estudante constituem um espaço privilegiado para que estes se apropriem dos saberes necessários à finalização do seu projeto de investigação/ intervenção. O seminário permite a partilha, a análise e a discussão dos trabalhos realizados pelos estudantes, clarificando dúvidas, analisando sentidos, relacionando questões práticas e teóricas, através de estratégias interativas e colaborativas.

Metodologia e provas de avaliação

O trabalho desenvolvido será objeto de avaliação contínua. Pretende-se que os estudantes realizem um trabalho individual final — o pré-projeto de investigação/intervenção.

Produtos e pesos da avaliação contínua:

1) Realização do pré-projeto de intervenção/ investigação (escolha do tema/motivações, definição do contexto e do objeto de estudo/intervenção, problemática, metodologia e técnicas a utilizar) (70%).

2) Qualidade e pertinência da participação nas sessões (30%).


Avaliação em época de exame /recurso: os estudantes deverão entregar o pré-projeto de intervenção/investigação, mediante negociação prévia com os docentes, sobre os timings e modalidades de apresentação. A classificação obtida corresponderá a 100% da classificação final.

Bibliografia

Amado, J. (2014). Manual de investigação qualitativa em educação. Imprensa da Universidade de Coimbra.
Bodgan, R. C., & Bilken, S. K. (1994). Investigação qualitativa em educação. Porto Editora.
Guerra, I. (2006). Fundamentos e processos de uma sociologia de acção. Principia.
Hernandez, F. (2008). La investigación basada en las artes. Educación Siglo XXI, 26, 85-118.
Pires, A., Gomes, E., & Gonçalves, T. (2017). Teorizando espaços entre arte e educação: Génese e desenvolvimento do projeto de investigação. In Assis et al. (orgs.), Ensaios entre arte e educação (pp. 49-67). Fundação Calouste Gulbenkian.
Silva, A. S., & Pinto, J. M. (Eds.) (2014). Metodologia das ciências sociais (16.ª ed.). Afrontamento.
Silva, M. I. L. (1996). Práticas educativas e construção de saberes. Metodologias de Investigação-Acção. Instituto de Inovação Educacional.
Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação (2014). Instrumento de regulação ético-deontológica. Carta Ética. SPCE.
Stake, R. E. (2016). A arte da investigação com estudos de caso. Fundação Calouste Gulbenkian.
Tuckman, B. W. (2000). Manual de investigação em educação. Fundação Calouste Gulbenkian

Opções
Página gerada em: 2024-04-18 às 18:04:30 Última actualização: 2010-07-19