This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > MP1C10017
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?

Ciências Sociais e Naturais

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2023/2024 - 2S

Código: MP1C10017    Sigla: CSN
Áreas Científicas: Área de Docência
Secção/Departamento: Ciências e Tecnologias

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
MPE1C 31 Plano de Estudos 5,0 60 135,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Carlos José das Neves Moreira Cardoso da CruzResponsável
José Miguel FreitasResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 4,00
José Freitas   1,33
Joana Pereira   1,33
Paula Serra   1,33

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Revela possuir conhecimentos científicos, usando-os adequadamente para conhecer o meio natural e social e na análise e discussão de problemas que inter-relacionam o mundo natural com o social.
Utiliza uma linguagem científica apropriada ao contexto educativo, distinguindo o discurso científico do
discurso do senso comum.
Reconhece a importância da utilização dos instrumentos concetuais e metodológicos das ciências para o
conhecimento dos contextos de vida dos alunos.
Problematiza e argumenta fundamentadamente sobre as potencialidades e limitações da intervenção
humana no meio natural e social recorrendo ao conhecimento científico disponível.
Analisa situações controversas relacionadas com o desenvolvimento sustentável da sociedade.
Integra os valores ecológicos, éticos e estéticos no seu discurso e nas suas práticas.
Utiliza adequadamente tecnologias, suportes e instrumentos de comunicação e informação.

Conteúdos programáticos

Ambientes e desenvolvimento sustentável:
- Ambientes naturais e sociais: relações e características comuns e distintivas;
- Impactes das atividades humanas no ambiente;
- Análise de problemáticas controversas dos pontos de vista político, económico, social, científico e
tecnológico.
Democracia e cidadania:
- Organização e distribuição da população e dos recursos – gestão de recursos para o desenvolvimento
sustentável dos países e das regiões;
- As instituições e os seus papéis na organização política das sociedades;
- Diferenciação social/cultural - a Inclusão social e a redução das desigualdades.
Sistemas biológicos e estilos de vida sustentáveis:
- A diversidade da vida e os sistemas funcionais do organismo humano.
- Homeostasia: regulação do equilíbrio dinâmico dos sistemas biológicos.
- Promoção da saúde e de estilos de vida sustentáveis.


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Esta unidade curricular visa a consolidação dos conhecimentos científicos já adquiridos sobre o
funcionamento dos sistemas naturais e sociais de modo a desenvolver as capacidades de pesquisa e
investigação dos estudantes, em particular, as capacidades de comunicação e argumentação face a
problemas reais quer se situem a nível local quer a nível mundial. Procurou-se centrar o programa em
torno de conteúdos integradores, associados à educação para a sustentabilidade de modo a proporcionar
o desenvolvimento de competências transversais às ciências naturais e sociais que incutem o
reconhecimento da necessidade formativa na intervenção cidadã.

Metodologias de ensino

As aulas presenciais incluem exposição teórica, atividades práticas e atividades de
discussão/argumentação sobre temas integradores em educação para a sustentabilidade. Estão previstas
as seguintes situações de aprendizagem: a) análise de casos concretos a partir da literatura especializada;
b) participação em debates presenciais e através de foruns online; c) discussão orientada de temas a partir
dos resultados recentes da investigação em ambiente e desenvolvimento; d); realização de atividades de
pesquisa documental, laboratorial e de campo; e) apresentação, discussão e autoavaliação das atividades.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

As metodologias adotadas centram-se na atividade dos estudantes. A diversidade de processos de
trabalho visa proporcionar aos estudantes a oportunidade de aprofundarem os conhecimentos e
desenvolverem as capacidades, atitudes e valores conducentes a uma sólida formação em torno de
questões relevantes no âmbito das ciências da natureza e das ciências sociais.
O recurso a atividades laboratoriais e a casos reais para estudo e trabalho são metodologias que se
centram no estudante e tornam possíveis a reflexão, partilha e discussão sobre os temas abordados,
criando assim as condições favoráveis para os estudantes mobilizarem na prática linguagem científica
apropriada, capacidade de análise e argumentação.

Metodologia e provas de avaliação

A avaliação é contínua e incide sobre os processos e produtos de trabalho da/os estudantes. O trabalho autónomo realizado pelos/as estudantes será evidenciado nas atividades das horas de contacto e no trabalho de grupo apresentado. A classificação será obtida pelos seguintes pesos relativos: teste 40%; trabalho de grupo sobre um caso real em estudo 50%; participação individual 10%.
Os/as estudantes que não participem no regime de avaliação contínua realizarão um exame final elaborado nos moldes dos testes da unidade curricular.
Qualquer situação de fraude será resolvida de acordo com o estipulado no Regulamento Disciplinar dos Estudantes do Instituto Politécnico de Setúbal.

Regime de assiduidade

Condições de participação das estudantes no regime de avaliação contínua

Para usufruir da forma de avaliação contínua, cada estudante tem de assistir a 75% das sessões presenciais. Sendo obrigatória a presença durante todas as sessões de apresentação e de preparação dos trabalhos de grupo. Caso tal se não verifique tem de recorrer a exame final elaborado nos moldes dos testes da unidade curricular.
As/os estudantes com direitos especiais nos termos do art.º 258.º e subsequentes do Regulamento das Atividades Académicas e Linhas Orientadoras de Avaliação de Desempenho Escolar dos Estudantes do Instituto Politécnico de Setúbal, será aplicado o estipulado no citado regulamento.




Bibliografia

Acemoglu, Daren; Robinson, James (2013). Porque falham as nações. Temas e Debates. 620.
Bryson, B. (2019). O corpo: Um guia para ocupantes. Bertrand Editora.
Campenhoudt, L. (2003). Introdução à análise dos fenómenos sociais. Gradiva
Cañal, P. (2008). El cuerpo humano: una perspectiva sistémica. Alambique, 58, 8-22.
Carmo, R., Sebastião, J., Azevedo, J., Martins, S. (2018). Desigualdades sociais: Portugal e a Europa. Editora Mundos Sociais.
Casa das Ciências (s.d.). Recursos educativos. Disponível em: https://www.casadasciencias.org/recursos-educativos
EU (União Europeia), http://europa.eu/index_pt.htm
Fiolhais, C., & Marçal, D. (2012). Pipocas com telemóvel e outras histórias de falsa ciência. Gradiva.
FAO (Food and Agriculture Organization), http://www.fao.org/home/en/
Gaspar, C. (2021). O mundo de amanhã. Fundação Manuel dos Santos.
Magalhães, P., Pais, J. (Eds.) (2013). Portugal social de a a z. Expresso/ICS.
Marshall, T. (2019). A Era dos Muros: como as barreiras entre as nações estão a mudar o nosso mundo. Desassossego.
OCDE. (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico), http://www.oecd.org/
ONU (Organização das Nações Unidas), http://www.un.org/
Santos, F. D. (2007). Que futuro? Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento e Ambiente. Gradiva.
Santos, F. D. (2012). Alterações globais: os desafios e os riscos presentes e futuros. Fundação Francisco Manuel dos Santos.



Opções
Página gerada em: 2024-06-25 às 12:27:07 Última actualização: 2010-07-19