This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > MPE20003
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?

Língua Portuguesa, Artes e Motricidade na Educação de Infância

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2023/2024 - 1S

Código: MPE20003    Sigla: LPAMEI
Secção/Departamento: Ciências da Comunicação e da Linguagem

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
MPE 14 Plano de Estudos_15_16 5,0 60 135,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Ana Cristina Crespo Pires SequeiraResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 4,00
Ana Cristina Sequeira   1,60
Carlos Luz   0,60
Filipe Fialho   1,80

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

- Conhecer e caracterizar o desenvolvimento artístico, linguístico e percetivo-motor da criança dos 0 aos 6 anos.
- Experienciar e compreender os contextos de apreciação, execução e criação artística como potenciadores de expressão e desenvolvimento.

Conteúdos programáticos

- Contextos de expressão linguística, artística e percetivo-motor na infância: da manipulação de materiais à expressão artística.
- Apreciação, execução, criação e manipulação de tecnologias.
- Metodologias de planeamento de atividades de integração curricular.


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Os temas a desenvolver nesta Unidade Curricular visam conferir aos estudantes conceitos fundamentais ligados às áreas envolvidas, nomeadamente aspetos relacionados com o desenvolvimento linguístico, artístico e motor.

Metodologias de ensino

As sessões compreenderão a exposição e debate em torno das temáticas programáticas e a experimentação prática, individual e grupal, de processos artísticos,
físicos e do desenvolvimento da linguagem verbal e não verbal, com vista a uma integração de saberes, num trabalho desenvolvido em grupo. Este trabalho de cariz teórico-prático, em sala de aula, conduzirá à interpretação de uma obra para a literatura infantojuvenil, integrando saberes artísticos, linguísticos e percetivo-motores.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

A participação na produção integradora permite um saber integrado onde se inclui conhecimento, compreensão, apropriação e criação multimodais.

Metodologia e provas de avaliação

A classificação final resulta de uma média ponderada das três áreas envolvidas:
- Língua Portuguesa - 40%
- Artes – 45%
- Motricidade – 15%
Os elementos de avaliação contínua propostos e respetiva ponderação são os seguintes:

Língua Portuguesa
- Assiduidade e participação – 20%
- Conceção e interpretação de uma proposta integradora – 80%

Artes
- Assiduidade e participação – 20%
- Conceção e interpretação de uma proposta integradora – 80%

Motricidade
- Assiduidade e participação – 20%
- Conceção e interpretação de uma proposta integradora – 80%


Em situação de avaliação pontual (para trabalhadores-estudantes) a avaliação incidirá na conceção e interpretação de uma proposta integradora de carácter performativo a partir de uma obra da literatura infantojuvenil, com prazo a definir com os docentes da UC.



Regime de assiduidade

O regime de assiduidade prevê um mínimo de 75% de presenças, em cada uma das componentes.

Bibliografia

Azevedo, F. (Coord.) (2006). Língua materna e literatura infantil. Lidel.
Azevedo, F. (2006). Literatura infantil e leitores. IEC, Universidade do Minho.
Fumoto, H., Robson, S., Greenfield, S. e Hargreaves, D. J. (2012). Young Children's Creative Thinking. London: Sage Publications.
Gabbard, C.P. (2011). Lifelong Motor Development. (6th ed.). San Francisco, CA: Benjamin-Cummings Publishing Company.
Godinho, J. C. e Brito, M. J. N. (2010). As Artes no Jardim de Infância. Lisboa: DGIDC.
Gallahue, D., Ozmun, J., & Goodway, J. (2012). Understanding Motor Development: Infants, children, adolescent and adults (7th ed.). Boston: McGraw-Hill.
Griffiths, F. (ed.) (2010). Supporting Children’s Creativity through Music, Dance, Drama and Art. Creative Conversations in Early Years. London: Routledge
Jones, R., e Wyse, D. (ed.) (2013). Creativity in the Primary Curriculum. London: Routledge.
Mata, L. (2008). A Descoberta da Escrita. Textos de Apoio para Educadores de Infância. Lisboa: ME/DGIDC.
Plano Nacional de Leitura. http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/
Pugh, A. & Pugh, L. (1998). Music in the early years. London: Routledge.
Rodrigues, H., Rodrigues, P., & Silva, P. (2016). Manual para a Construção de Jardins Interiores - Colos de Música. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
Silva, I. L. (coord.), Marques, L., Mata, L. e Rosa, M. (2016). Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar. Lisboa: Ministério da Educação/Direção-Geral
da Educação (DGE).
Sim-Sim, I., Silva, A. & Nunes, C. (2008). Linguagem e Comunicação no Jardim-de-Infância. Lisboa: ME/DGIDC.
Swanwick, K. (2015). Developing Discourse In Music Education: The Selected Works Of Keith Swanwick. London: Routledge

Opções
Página gerada em: 2024-04-18 às 17:56:23 Última actualização: 2010-07-19