This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > DN17
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESE Setúbal
Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

Tecnologias da Informação e Comunicação

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2021/2022 - 1S

Código: DN17    Sigla: TIC
Áreas Científicas: Informática na Óptica do utilizador
Secção/Departamento: Ciências e Tecnologias

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
TSPDN 28 Plano de estudos 2016_17 4,0 36 108,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Miguel Ângelo de Almeida Esteves de FigueiredoResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 2,40
Tahcin Ismail   2,40

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Analisar e avaliar software , nomeadamente programas 'livres' disponíveis na Web.
Gerir o uso das tecnologias, integrando-as de forma natural em contexto.
Planificar ações/intervenções, integrando as TIC.
Utilizar o software de uso genérico em contexto profissional.
Utilizar as TIC como suporte à publicação e comunicação, para divulgar ideias e materiais.
Conceber, adequar e utilizar apresentações multimédia.
Compreender as potencialidades das redes sociais para a construção de comunidades.

Conteúdos programáticos

Identificação e utilização de software social em atividades práticas (Construção de documentos online (Ex: Google sites, formulários; Armazenar e partilhar documentos na Cloud).
Processador de texto como instrumento de apoio à construção e divulgação de informação (Elaboração de cartazes, desdobráveis e brochuras; Elaboração documentos de carater científico).
Folha de Cálculo (Construção de fórmulas e utilização adequada de funções; Desenvolvimento de atividades relacionadas com a gestão de eventos; Análise e organização de dados obtidos a partir de formulários online).
Apresentações multimédia (Programas de apresentação multimédia (PowerPoint e Prezi); Construção de apresentações multimédia; Conceber, adequar e utilizar apresentações multimédia; Criar apresentações em PowerPoint; Inserção de grafismos, áudio e vídeo; Regras adequadas para elaboração de uma apresentação multimédia).
Utilização das redes sociais em contexto profissional (Criação e dinamização de uma comunidade online)


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Os conteúdos da unidade curricular visam proporcionar as aprendizagens necessárias aos estudantes para a consecução dos objetivos previstos. Os conceitos teóricos e as práticas a desenvolver nas atividades letivas permitem aos estudantes passar a ter os conhecimentos e a ser capazes de desempenhar as ações essenciais a qualquer pessoa que tenha que desenvolver um site, com a qualidade necessária à sua divulgação a um público específico.

Metodologias de ensino

0 trabalho a desenvolver no âmbito desta UC privilegiará a participação ativa dos alunos, quer em trabalho individual, quer em trabalho de grupo, procurando o aprofundamento de conhecimentos relacionados com a conceção e publicação de produtos para a Web. As aulas serão organizadas segundo quatro componentes:
a) Leitura, discussão e analise de textos;
b) Resolução de atividades práticas;
c) Trabalho em grupo que englobará a conceção e elaboração de um protótipo de um site (projeto);
d) Apresentação e discussão dos projetos (trabalho de grupo).

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

As quatro componentes de trabalho a desenvolver na unidade curricular proporcionam ambientes de trabalho com diversidade e multiplicidade de situações. Os estudantes que participarem nesta unidade devem participar em atividades individuais e em atividades de grupo, que permitirão, por um lado, a apropriação dos conceitos teóricos e os conhecimentos de ferramentas informáticas para construção de sites, e por outro lado, o desenvolvimento das competências individuais e de trabalho em equipa.
A leitura e discussão de textos permitirá aos alunos adquirir os conhecimentos teóricos, as atividades práticas permitirão a aquisição de competências no uso do software apropriado a construção de sites, a conceção, o desenvolvimento e a apresentação de um projeto permitirão implementar os conhecimentos teóricos e as competências referidas, aplicadas a uma situação concreta e no contexto da sua atividade académica.

Metodologia e provas de avaliação

A avaliação será efetuada através da participação do aluno nas aulas, na resolução das atividades práticas propostas e do seu envolvimento na conceção, elaboração e apresentação de um pequeno projeto de trabalho (protótipo de um site).
Para os estudantes em regime de avaliação contínua, a classificação final terá em conta os seguintes pesos:
A classificação final terá em conta os seguintes pesos:
Participação nas aulas e resolução das atividades práticas – 25%
Projeto de trabalho/portefólio - Conceção e elaboração – 55%
Apresentação e discussão – 20%

Os estudantes não abrangidos em avaliação contínua serão avaliados através de uma prova de exame.

Regime de assiduidade

De acordo com o regime de frequência e avaliação da instituição.

Bibliografia

Ponte, C., Jorge, A., Simões, J. A. & Cardoso, D. (2012). Crianças e Internet em Portugal. Coimbra: Editorial Minerva.
Pereira, C. & Neves, R. (2011). Os idosos na aquisição de competências TIC. Educação, Formação e tecnologias 4(2) (pp. 15-24).
Gonçalves, V. & Patrício, R. (2010). TINA: um projeto para netos e avós. In Atas do I Encontro Internacional TIC e Educação. Lisboa: Instituto
Figueiredo, D. (2008). Educação, Tecnologia e Espírito do Tempo. Obtido em 12 de Outubro de 2011, de Academia.edu:
Capucha, L. (2008). Planeamento e avaliação de projetos – Guião prático. Lisboa: ME-DGIDC.
Costa A. (2005). A aprendizagem como critério de avaliação de conteúdos educativos on-line. In Avaliação de locais virtuais de conteúdo.
Castells, M. (2004). A galáxia Internet: Reflexões sobre Internet, negócios e sociedade. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
Figueiredo, D. (2000). Novos Media, Nova aprendizagem. In: Novo conhecimento, nova aprendizagem (pp. 71-81). Lisboa: Fundação Calouste.

Opções
Últimas Notícias
Atualização do Plano de Contigência COVID-19 ESE/IPS
Seminário | Carteira de Competências
Eleições Conselho Técnico-Científico ESE/IPS 2022|2025
Eleições Conselho de Representantes ESE/IPS 2022/2025
Provas públicas para apreciação do relatório do projeto de investigação
Página gerada em: 2021-12-06 às 07:45:37 Última actualização: 2010-07-19