This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > LGP10006
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESE Setúbal
Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

História e Cultura da Comunidade Surda

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2021/2022 - 1S

Código: LGP10006    Sigla: HCCS
Áreas Científicas: Línguas e Literatura
Secção/Departamento: Ciências da Comunicação e da Linguagem

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
LGP 22 Plano de Estudos 4,0 48 108,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Maria José Duarte FreireResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 3,20
Paulo Alexandre Carvalho   3,20

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Outra língua: Língua Gestual Portuguesa.

- Conhecer e compreender a estrutura orgânica, social, cultural, antropológica e história
das comunidades surdas em geral e da portuguesa em particular.
- Entender, nas suas linhas gerais, a história das Comunidades Surdas.
- Conhecer os episódios mais marcantes da história da Comunidade Surda
Portuguesa.
- Identificar e problematizar os fatores de diferenciação, as condições educativas, sociais
e culturais, bem como as variantes estruturais que caracterizam as Comunidades Surdas.
-Compreender e analisar fontes históricas primárias da História da Comunidade Surda

Conteúdos programáticos

Identidade surda analisada sob diferentes perspetivas: biológica, médico-patológica,
antropológica, cultural, sociológica, psicológica. Complementaridade e/ou antagonismos
entre estes pontos de vista.
Conceitos de monolinguismo/plurilinguismo; contacto entre idiomas em função das
peculiaridades das Comunidades Surdas.
Formas de organização social das Comunidades Surdas.
Mudanças históricas na situação das Comunidades Surdas.
Noções de língua e cultura de acordo com diferentes contextos de índole histórica,
linguística, comunicativa, cultural e literária.
A educação dos surdos ao longo da história e na atualidade.
Manifestações culturais associadas à língua gestual portuguesa e à comunidade surda,
bem como a relação entre a comunidade surda e a comunidade ouvinte.


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Os conteúdos abordados nesta unidade curricular abordam os temas centrais da história e
cultura da comunidade surda e visam desenvolver um conhecimento abrangente sobre a
língua gestual, as especificidades culturais e identitárias das pessoas surdas, e os eventos
mais marcantes da história da comunidade surda portuguesa e internacional, articulandose
com os objetivos de aprendizagem enunciados.
A interiorização e compreensão destes conhecimentos permitirá a estes futuros
profissionais da tradução e interpretação em língua gestual portuguesa uma interação mais
informada e passível de atingir bons desempenhos e melhores resultados.

Metodologias de ensino

Aulas expositivas; distribuição de documentação; pesquisa temática orientada;
apresentação de temas relacionados com os conteúdos programáticos, com base no estudo
e na pesquisa dos alunos; seminário; discussão e debate.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

As metodologias adotadas privilegiam a pesquisa orientada e a reflexão sobre as temáticas
abordadas nesta UC permitindo uma maior e melhor assimilação dos conceitos e
informação recolhida. Através da partilha de conhecimentos diversificados, no âmbito da
história e da cultura, bem como do debate gerado a partir destes, será possível
desenvolver nos estudantes o interesse pelo aprofundamento dos temas abordados e a
sua relação com a situação atual da comunidade surda, as suas conquistas e aspirações.

Metodologia e provas de avaliação

Assiduidade e participação 10%
Trabalhos em Grupo 40%
Trabalho Individual 50%

COVID 19 - Consoante a duração do período de isolamento, e da forma como esta afetar a metodologia de avaliação da UC, serão propostas formas alternativas de avaliação, de acordo com as características da unidade curricular.

Bibliografia

Bispo, M. et al (Coord.), (2006), O Gesto e a Palavra I – Antologia de Textos sobre a
Surdez, Projecto AFAS, Lisboa: Editorial Caminho, S.A
Bispo, M. et al (Coord.), (2009), O Gesto e a Palavra II, Lisboa: Editorial Caminho, S.A.
Carvalho, P., (2007), Breve História dos Surdos no Mundo e em Portugal, Lisboa:
Surd’Universo
Erting, C. J., (1994), The Deaf Way: perspectives from the International Conference
on Deaf Culture, Gallaudet University: Washington
Grémion, Jean, (1988), Le Planète des Sourds, Presses Pocket
Guia Europeu da Comunidade Surda, (1997), Bruxelas: European Union of the Deaf
Higgins, Paul C., (1980), Outsiders in a Hearing World: a sociology of deafness,
London: Sage Publications.
Ladd, Paddy, (2013), Em busca da Surdidade, Lisboa: Surd’Universo
Lane, Harlan, (1993), The Mask of Benevolence: disabling the Deaf Community, New
York: Vintage Books, A Division of Random House, Inc.
Lane, H., (1997), A Máscara da Benevolência, Horizontes Pedagógicos, Lisboa: Instituto
Piaget
Lane, Harlan, (1989), When the Mind hears: a history of the Deaf, Vintage Books.
New York: A Division of Random House, Inc.
Lane, Harlan, Robert Hoffmeister & Ben Bahan, (1996), A Journey into the Deaf
world, San Diego, California: Dawn Sign Press.
Mottez, Bernard, (2006), Les Sourds existent-ils?, Paris : L’Harmattan.
Padden, Carol & Tom Humphries, (1988), Deaf in America: voices from a culture,
Cambridge, Massachusetts: Harvard University Press
Sacks, Oliver, (1990), Vendo Vozes: Uma jornada pelo mundo dos surdos, Rio de
Janeiro: Imago Editora.
Sacks, O., (2011), Vejo uma Voz – Uma viagem ao mundo dos surdos, Lisboa: Relógio
D’Água
Sousa, F. V. (2014). Os Direitos Fundamentais das Pessoas Surdas. Coimbra:
Almedina.
Stokoe, W. C. (Ed.), (1980), Sign and Culture – A Reader for Students of American Sign
Language, Silver Spring, Maryland: Linstok Press, Inc.
Strobel, K. (2009). As imagens do outro sobre a Cultura Surda, Florianópolis: UFSC

Opções
Últimas Notícias
Atualização do Plano de Contigência COVID-19 ESE/IPS
Eleições Conselho Técnico-Científico ESE/IPS 2022|2025
Eleições Conselho de Representantes ESE/IPS 2022/2025
Provas públicas para apreciação do relatório do projeto de investigação
Ciclo de Seminários | Comunicação Social
Página gerada em: 2021-12-08 às 06:30:46 Última actualização: 2010-07-19