This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > LGP20006
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESE Setúbal
Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

Teoria e Prática da Tradução e Interpretação II

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2021/2022 - 1S

Código: LGP20006    Sigla: TPTIII
Áreas Científicas: Línguas e Literatura
Secção/Departamento: Ciências da Comunicação e da Linguagem

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
LGP 16 Plano de Estudos 6,0 72 162,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Maria José Duarte FreireResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 4,80
Cristina Gil   3,00
Joana Pereira   2,46

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Outra língua: Língua Gestual Portuguesa

Esta disciplina recupera e consolida as aquisições realizadas em ITI e TPTI 1, dando maior relevo às
questões da tradução para voz, não negligenciando, no entanto, o desenvolvimento de outros
conhecimentos e capacidades de tradução e interpretação.
Esta UC tem como objetivo a obtenção de conhecimentos teóricos e práticos equivalentes a um grau de
tradução médio a bom, com o respetivo domínio das técnicas e vocabulário correspondentes.

Conteúdos programáticos

Desenvolvimento de estratégias de tradução para voz (construções impessoais, conhecimento prévio,
preparação do trabalho, estilos de tradução, diferentes registos); contextos de tradução e interpretação:
situações especiais de tradução (tradução labial, tátil e de baixa competência linguística); intérprete LGP vs guia-intérprete; doenças profissionais: prevenção e tratamento; estratégias de tradução de caráter linguístico e cultural; exercícios práticos de tradução e interpretação de e para LGP.


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

As temáticas abordadas nesta UC aprofundam e diversificam a natureza e a complexidade dos possíveis
contextos de trabalho dos futuros intérpretes de LGP. Pretende-se assim contribuir para uma melhor
preparação para o desempenho de uma profissão multifacetada e desafiante.

Metodologias de ensino

Abordagem teórica: exposição de temas; distribuição de documentação; pesquisa temática orientada;
apresentação de temas relacionados com os conteúdos pós pesquisa dos alunos; discussão e debate.
Abordagem prática: realização de exercícios práticos de interpretação e tradução; exercícios de tradução
em LGP; gravações áudio e vídeo e sua análise e correção, exercícios de tradução para voz através da
visualização de vídeos e treino da leitura da LGP e sua respetiva tradução escrita/oral; elaboração de
glosas das gravações vídeo e áudio e de glosas de correção.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

A articulação entre a abordagem teórica e a abordagem prática pretende incentivar a participação ativa e interessada por parte dos alunos, essencial ao progresso da disciplina e à obtenção de sucesso nas avaliações.

A par de uma participação nas aulas, realização de pesquisas orientadas, realização dos exercícios propostos pela docente, potencia-se a participação em atividades extracurriculares potenciadoras dos conhecimentos adquiridos nas aulas (seminários, encontros, conferências e eventos relacionados com a comunidade surda).

Pretende-se que os alunos desenvolvam a capacidade de identificar, selecionar e utilizar estratégias de tradução adequadas aos diferentes contextos de tradução e interpretação, atingindo sucesso em traduções de dificuldade média.

Metodologia e provas de avaliação

Avaliação Teórica (trabalho teórico/teste) - 30%
Avaliação Prática (1/2 trabalhos práticos de tradução para LGP/LP - gravação audiovisual e glosa)- 40%
TLGP+25% TLP = 65%
- Participação; Assiduidade; Trabalho autónomo; TPC - 5%
.............
A avaliação por exame inclui três provas:
1 - avaliação teórica por escrito, com a duração de 1 hora+30 minutos de tolerância (30% da nota;
2 - avaliação prática composta por uma gravação vídeo de uma tradução de LP para LGP com duração de 5 minutos, seguida da elaboração de uma glosa escrita de análise e correção da gravação vídeo, com a duração de 1 hora (50% da nota).
3 - avaliação prática composta por uma gravação áudio de uma tradução de LGP para LP com duração de 5 minutos, seguida da elaboração de uma glosa escrita de análise e correção da gravação áudio, com a duração de 1 hora (20% da nota).

COVID 19 - Consoante a duração do período de isolamento, e da forma como esta afetar a metodologia de avaliação da UC, serão propostas formas alternativas de avaliação, de acordo com as características da unidade curricular.

Bibliografia

Bibliografia de ITI and TPTI I, e:

Alves, C. F. (Org.) (2013). Da teoria à prática: a voz dos usuários da LGP, Custóias: ATILGP
Amaral, I.(1994). “A Educação de Crianças Cegas-Surdas em Portugal” In Integrar, nº 3, Dez 93/Mar,
Lisboa: IEFP/SNR, pp. 20-23
Breia, G. (2009). O gato, gatão, poeta de profissão (+DVD), Lisboa: CERCICA
Breia, G. (2012). Perdida de riso (+DVD), Lisboa: CERCICA
Caldas. C. (Ed.) (2012). Coleção Pro-LGP, Lisboa: UCP
Coelho, O. & Klein, M. (Coord) (2013). Cartografias da Surdez. Comunidades, línguas, práticas e pedagogia, Porto: Livpsic
Coelho, O. (2010). Um copo vazio está cheio de ar. Assim é a surdez, Porto: LivPsic
Freire, M.J. (2012). “A tradução e Interpretação de provérbios e expressões idiomáticas em língua gestual – equivalentes linguísticos e culturais”, EXEDRA – Rev. Científica/ESEC, “Português: Investigação e Ensino”, pp.123-130
Graça, J.P.S. (1995). “As Novas Tecnologias no Apoio à Comunicação para Pessoas com Necessidades
Especiais” in Integrar, nº 8 Ago/Nov , Lisboa: IEFP/SNR, pp.51-60
McIntire, M. L. (Ed) (1990). Interpreting: The Art of Cross Cultural Mediation, Silver Spring: RID
Rebelo, A. et al (1996). Comunicar com a Pessoa Surdocega, Lisboa: CPL
Sacks, O. (2011). Vejo uma Voz – Uma viagem ao Mundo dos Surdos, Lisboa: Relógio D’Água,
Venade, F. (2014). Os direitos fundamentais das Pessoas Surdas. Coimbra: Almedina

Web:

http://videos.sapo.pt/academialgp - Academia LGP, Casa Pia de Lisboa e Fundação PT

http://www.spreadthesign.com/br/ - Spreadthesign – dicionário gestual multilingue (inclui LGP)

http://www.fpasurdos.pt/ - Federação Portuguesa das Associações de Surdos

http://www.apsurdos.org.pt/ - Associação Portuguesa de Surdos

http://www.asurdosporto.org.pt/ - Associação de Surdos do Porto

http://www.inr.pt/ - Instituto Nacional para a Reabilitação

http://eud.eu/ - European Union of the Deaf

http://wfdeaf.org/ - World Federation of the Deaf

http://efsli.org/ - European Forum of Sign Language interpreters

http://wasli.org/ - World Association of Sign Language Interpreters

http://www.deaflympics.com/icsd.asp - International Committee of Sports for the Deaf /
Deaflympics


http://anapilg.pt

http://www.atilgp.com/

Opções
Últimas Notícias
Atualização do Plano de Contigência COVID-19 ESE/IPS
Seminário | Carteira de Competências
Eleições Conselho Técnico-Científico ESE/IPS 2022|2025
Eleições Conselho de Representantes ESE/IPS 2022/2025
Provas públicas para apreciação do relatório do projeto de investigação
Página gerada em: 2021-12-06 às 09:26:36 Última actualização: 2010-07-19