This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > MPE10017
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESE Setúbal
Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

Didática da Matemática e do Conhecimento do Mundo

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2019/2020 - A

Código: MPE10017    Sigla: DMCM
Áreas Científicas: Didáticas Específicas
Secção/Departamento: Ciências e Tecnologias

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
MPE 21 Plano de Estudos_15_16 11,0 132 297,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Maria de Fátima Pista Calado MendesResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 4,40
Fernando Almeida   0,73
Maria de Fátima Mendes   1,47
Maria Manuela de Sousa Matos   1,47
Sílvia Ferreira   0,73

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Conhecer instrumentos conceptuais fundamentais das didáticas da Matemática e das Ciências (Naturais e Sociais), considerando o desenvolvimento do conhecimento do mundo e do pensamento matemático das crianças em idade pré-escolar.
Enquadrar os fundamentos das Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar (OCEPE) no
contexto do desenvolvimento do conhecimento do mundo e do pensamento matemático.
Reconhecer a importância de situações experimentais, do jogo e de situações do quotidiano para o
desenvolvimento do pensamento científico.
Mobilizar e integrar conhecimentos, capacidades, atitudes e valores relevantes na planificação de
experiências de aprendizagem nas áreas da Matemática e das Ciências Naturais e Sociais.
Desenvolver a capacidade de análise da prática profissional do educador e promover a reflexão em torno de questões inerentes a essa prática, nomeadamente no que diz respeito às situações focadas no desenvolvimento do conhecimento do mundo e do pensamento matemático.

Conteúdos programáticos

Desenvolvimento do sentido de número, do sentido espacial, da medida e da capacidade de organizar e analisar dados no pré-escolar:
- Noções matemáticas que suportam a evolução de cada criança a partir do que cada uma sabe e é capaz de fazer; marcos dessa evolução;
- Tarefas cujos contextos emergem do quotidiano das crianças e que articulam diferentes tópicos de
Matemática.
Desenvolvimento do conhecimento científico, das capacidades associadas aos processos científicos e das atitudes face às Ciências Sociais e Naturais:
Papel das atividades de exploração do meio próximo e distante: questionamento, observação, registo e análise de dados relativos às realidades sociais e naturais;
- Tarefas que envolvem experiências sensoriais, experiências de verificação/ilustração, atividades
práticas, de intervenção e investigações.
Planeamento e avaliação de experiências e oportunidades educativas que integrem, articuladamente, as áreas do Conhecimento do Mundo e da Matemática.


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

O principal objetivo da UC é suportar a construção do conhecimento didático do futuro educador. Por isso os seus conteúdos programáticos incidem nas questões-chave das didáticas da Matemática e das Ciências Naturais e Sociais. Focam-se as primeiras aprendizagens associadas aos vários tópicos, os marcos da sua evolução e analisam-se materiais curriculares que podem suportar essas aprendizagens.
Destes, é dado destaque a tarefas integradoras, que permitem a articulação entre as áreas do
Conhecimento do Mundo e da Matemática e a tarefas de exploração, que permitem o desenvolvimento do conhecimento científico e dos processos a ele associados.
A planificação e avaliação de experiências e oportunidades educativas de aprendizagem permitem ao futuro educador, tanto a mobilização e integração de conhecimentos, capacidades e atitudes relevantes, como a reflexão sobre situações que promovem o desenvolvimento do conhecimento do mundo e do pensamento matemático das crianças.

Metodologias de ensino

O trabalho a desenvolver privilegiará a participação ativa dos estudantes procurando o aprofundamento de conhecimentos relativos às temáticas abordadas. As atividades a realizar incluirão: discussão de textos; exploração e análise crítica de materiais curriculares e análise e construção/adaptação de propostas didáticas que articulem as áreas da Matemática e das Ciências. O acompanhamento tutorial visará a orientação do estudo, o esclarecimento de dúvidas e a monitorização dos trabalhos a realizar. Poderá ser feito presencialmente e a distância, via plataforma Moodle (no 1.º semestre).
No 2.º semestre, para fazer face às consequências da pandemia Covid 19, as aulas presenciais são substituídas por sessões síncronas usando a plataforma Zoom-Colibri, por trabalho autónomo realizado pelas estudantes a partir de propostas de trabalho/documentos disponibilizados na plataforma moodle e por intensificação do apoio tutorial, individual ou a pequenos grupos, através de Skype, e-mail ou chats. Este apoio tutorial consistirá na orientação e organização do estudo sobre as temáticas a aprofundar, para além do esclarecimento de dúvidas decorrentes do estudo efectuado.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

As aprendizagens esperadas incluem os seguintes aspetos: usar adequadamente as atuais Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar relativas à Matemática e ao Conhecimento do Mundo; mobilizar conceitos associados às Didáticas da Matemática e das Ciências; revelar uma atitude crítica e fundamentada na análise de episódios no contexto do Jardim de Infância e usar criticamente os conhecimentos adquiridos na construção/adaptação de propostas didáticas que contribuam para o desenvolvimento do conhecimento do mundo e do pensamento matemático das crianças. Assim, serão desenvolvidas atividades de discussão de textos focados no desenvolvimento do conhecimento do mundo e do pensamento matemático de crianças do Jardim de Infância; de exploração e análise crítica de tarefas e materiais e de adaptação de tarefas e indicações sobre o modo de as explorar que refletem as OCEPE, no que se refere às áreas do Conhecimento do Mundo e da Matemática.

Metodologia e provas de avaliação

A avaliação incidirá sobre o trabalho desenvolvido ao longo da UC e será um processo continuado de regulação retroativa que contemplará momentos de trabalho individual e de grupo e atividades de expressão escrita e oral.
Tendo em conta as consequência da pandemia Covid 19 os produtos requeridos no âmbito da avaliação contínua foram ajustados e são os seguintes : (i) assiduidade e participação nas aulas (5 %, relativa ao 1.º semestre); (ii) análise crítica de episódios em contexto de creche, relacionados com a Matemática e as Ciências (45%) (1.º semestre); (iii) planificação de uma tarefa integradora (25%) (trabalho individual) (2.º semestre); (iv) análise crítica da descrição da exploração de uma tarefa integradora em contexto de jardim-de-infância (facultada pelos docentes) (25%) (trabalho a pares) (2.º semestre).
Durante a primeira semana de aulas, as estudantes devem contactar a docente responsável pela UC, a fim de indicarem por qual das modalidades optam. Caso escolham o exame final podem, tal como as restantes estudantes, acompanhar as atividades realizadas pela página da UC na plataforma moodle e colocar as suas dúvidas aos docentes.

Regime de assiduidade

As estudantes serão incentivadas a participar nas sessões síncronas bem como a realizar todas as tarefas propostas para trabalho autónomo. No entanto, devido às consequências da pandemia Covid 19, a assiduidade no 2.º semestre da UC não será contabilizada.

Bibliografia

Cardona, M. J.& Guimarães, C. (2012). (Org.). Avaliação na educação de infância. Viseu: PsicoSoma.
Castro, J. & Rodrigue s, M. (2008). Sentido do número e organização de dados: Textos de apoio para Educadores de Infância. Lisboa: DGIDC.
Fosnot, C. & Dolk, M. (2000). Young mathematicians at work: Constructing Number Sense. Portsmouth: Heinemann.
Marchão, A. (2012). No jardim-de-infância e na escola do 1.º ciclo do ensino básico. Gerir o currículo e criar oportunidades para construir o pensamento crítico. Lisboa: Edições Colibri.
Mendes, F. & Delgado, C. (2008). Geometria: Textos de apoio para Educadores de Infância. Lisboa: DGIDC.
Martins, I. et al (2009). Despertar para a Ciência: atividades dos 3 aos 6. Lisboa: ME.
Reis, P. (2008) Investigar e descobrir: Atividades para a Educação em Ciência nas Primeiras Idades. Chamusca: Edições Cosmos.
Moreira, D., & Oliveira, I. (2003). Iniciação à Matemática no Jardim de Infância. Lisboa: Universidade Aberta.
Seefeldt, C., Castle, S. & Falconer, R. (2013). Social studies for the Preschool/Primary Child. New York: Pearson.
Silva, I., Marques, L.; Mata, L. & Rosa, M. (2016). Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar. Lisboa: ME-DGE.
Vasconcelos, T. (coord.). (2012). Trabalho por projetos na Educação de Infância: mapear aprendizagens/integrar metodologias. Lisboa: DGE.
http://www.casadasciencias.org/
http://www.cienciaviva.pt/home/

Observações

Nota: Toda a bibliografia considerada essencial à realização da UC será disponibilizada via moodle.

Opções
Últimas Notícias
Provas públicas para obtenção do Título de Especialista
Calendário de Exames de 2º Semestre 2019/20
Alteração dos pré-requisitos 2020
Revista MEDI@ÇÕES | Open Call
Plano de Regresso Faseado ESE/IPS
Página gerada em: 2020-07-15 às 04:22:55 Última actualização: 2010-07-19