This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > OP0007
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESE Setúbal
Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

Cinema e Televisão

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2021/2022 - 1S

Código: OP0007    Sigla: CTV
Secção/Departamento: Ciências da Comunicação e da Linguagem

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
ANIM Plano de Estudos - 2014 5,0 60 135,0
LAS 29 Plano de estudos_2021 5,0 60 135,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Marta Sofia da Luz Marcos Pinho AlvesResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 4,00
Cátia Salgueiro Gomes   4,00

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

As áreas do cinema e da televisão são fundamentais na formação de cidadã/os democrática/os. Por isso, conhecer a sua evolução, refletir criticamente sobre os seus discursos e compreender as estratégias políticas, económicas e jurídicas que influenciam a sua democraticidade é fundamental na formação dos profissionais da Animação Sociocultural.

No final da Unidade Curricular pretende-se que a/os estudantes:
— reconheçam a relevância social, cultural e política do cinema e da televisão;
— discutam os principais desafios que se colocam às sociedades contemporâneas, problematizando a importância das representações produzidas pelo cinema e pela televisão;
— compreendam criticamente o cinema e a televisão à luz das suas histórias, reconhecendo diferenças e especificidades;
— analisem criticamente os principais temas e problemas que se colocam ao cinema e à televisão no contexto atual;
— saibam elaborar um projeto audiovisual, iniciando-se na linguagem cinematográfica e do audiovisual, e tratando temas e práticas da Animação Sociocultural num movimento interdisciplinar;
— utilizem de modo intencional, funcional e com consciência ética os meios de captação de áudio e vídeo com o propósito de apoiar e diversificar estratégias de Animação e Intervenção Sociocultural, nomeadamente: para registo das suas atividades e projetos profissionais (produção de documentos/memória); para potenciar a compreensão dos contextos em que intervêm (observação crítica/investigação); como instrumentos de cocriação em projetos colaborativos (envolvimento horizontal/participativo de comunidades); e como meio de expressão poética e artística (desenvolvimento pessoal).

Conteúdos programáticos

1. A importância do cinema e da televisão na construção social da realidade; as implicações do desenvolvimento tecnológico na história do cinema e da televisão; do pré-cinema à reinvenção permanente da produção e criação — no cinema, no audiovisual, no multimédia, na televisão interativa, etc.

2. Linguagem cinematográfica e linguagem televisiva (diversidade de processos de criação e produção, de contextos e formatos).

3. Metodologias de análise crítica (exercícios de desconstrução de discursos produzidos por diferentes objetos audiovisuais, incluindo os criados pela/os estudantes).

4. Etapas de produção audiovisual e desenvolvimento de um projeto:
— diferentes funções e trabalho de equipa;
— pesquisa e desenvolvimento, produção e pós-produção;
— linguagens, práticas, técnicas; registo/documento, entrevista e inquérito, criação poética e cinematográfica, experiências lúdicas e livres de criação de um olhar próprio e informado sobre a realidade envolvente — exploração de possibilidades em contextos profissionais da Animação Sociocultural;
— dimensões éticas e questões legais implicadas no registo de imagens de pessoas e atividades.


Software

Adobe Premiere


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Os conteúdos propostos possibilitam o acesso aos conhecimentos teórico-práticos necessários ao desenvolvimento da consciência crítica no consumo, utilização e mobilização de referências cinematográficas e televisivas, bem como da criação de projectos audiovisuais no campo da Animação e Intervenção Sociocultural.

Metodologias de ensino

As sessões são centradas na discussão em plenário e/ou pequenos grupos a partir da informação fornecida diretamente pela professora ou com recurso à utilização de textos escritos e documentos audiovisuais.
Serão realizados exercícios práticos e progressivos: de visionamento e discussão de filmes; de iniciação à criação e produção com meios audiovisuais, a desenvolver no contexto das aulas e sobretudo em atividade autónoma.
A/os estudantes são convidada/os a apresentar e discutir os resultados das diferentes atividades propostas.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

As metodologias propostas promovem a mobilização de conhecimentos interdisciplinares, a discussão contínua de propostas e experiências, e a formação de um olhar crítico e sensível (observação e investigação com a câmara, desenvolvimento do pensamento crítico e reflexão sobre problemas sociais contemporâneos), contribuindo para uma melhor compreensão dos discursos produzidos pelo cinema e pela televisão, e para o enriquecimento de projetos de Animação Sociocultural recorrendo à linguagem cinematográfica e audiovisual.

Metodologia e provas de avaliação

O trabalho desenvolvido na UC será objeto de avaliação contínua e sumativa implicando:
a) Presença e participação nos debates e nas dinâmicas de aula: 30%.
b) Realização de exercícios práticos realizados durante das aulas e em trabalho autónomo (de visionamento e discussão, de captação e montagem): 30%.
c) Pesquisa, realização e montagem de um projeto audiovisual no âmbito dos interesses e práticas da Animação Sociocultural, com a duração média de 3-7 minutos: 40%.

Regime de assiduidade

É esperado que a/os estudantes assistam e participem ativamente a pelo menos 60%, bem como realizem trabalho autónomo e laboratorial, por forma a alcançarem com sucesso os objetivos da UC.

Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  0
  Total: 0

Bibliografia

AREAL, Leonor (2011). Cinema Português: um país imaginado (Volumes I e II). Lisboa: Edições 70.
BERGALA, Alain (2007). La Hipótesis del Cine: Pequeno tratado sobre la transmissión del cine en la escuela y fuera de ella. Barcelona: Laertes Educación.
BERGER, John (2018). Modos de Ver. Lisboa: Antígona.
CÁDIMA, Francisco Rui (2011). Televisão, o Digital e a Cultura Participativa. Lisboa: Media XXI.
GARDIES, René (org.) (2015). Compreender o Cinema e as Imagens. Lisboa: Texto&Grafia.
MELOT, Michel (2015). Uma Breve História… da Imagem. V. N. Famalicão: Húmus.
MILLER, Toby (ed.) (2002). Television Studies. Londres: BFI.
THOMPSON, Kristin, BORDWELL, David (2003). Film History: An introduction. Boston: McGraw Hill Higher Education.

Observações

O acompanhamento tutorial tem como função o apoio na realização dos trabalhos previstos e o esclarecimento de dúvidas. Este acompanhamento pode ser realizado presencialmente ou à distância, mediante a utilização de plataformas de comunicação online, desde que acordado e agendado previamente.

A/os estudantes com Estatuto Especial devem negociar com a docente as condições particulares da sua avaliação durante as primeiras três semanas de aulas.

Aos trabalhos que recorram ao plágio total ou parcial será atribuída a classificação de zero valores.

Opções
Últimas Notícias
Aula Aberta | Relações Públicas como profissão: desafios e oportunidades.
Preservar para Viver!
Exposição Pessoal(mente) falando
Semana das Ciências do Desporto | 2022
Scratch Day 2022
Página gerada em: 2022-05-19 às 05:25:54 Última actualização: 2010-07-19