This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > PA03
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESE Setúbal
Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

Cultura Visual e Educação para os Media

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2022/2023 - 2S

Código: PA03    Sigla: CVEM
Áreas Científicas: Áudio-Visuais e Produção dos Media
Secção/Departamento: Artes

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
TSPPA 15 Plano de Estudos 2015_16 5,0 45 135,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Joana Isabel Gaudêncio MatosResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 3,00
Nuno de Oliveira   3,00

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Para que os estudantes possam compreender a importância da Cultura Visual na sociedade contemporânea é importante a abordagem da publicidade/consumo, identidade/género e ideologia/violência. Os estudantes poderão assim identificar e desmontar repertórios visuais existentes nos media da atual sociedade, que visam, por vezes, o favorecimento de determinadas visões e ideologias, ou a criação de processos de alienação.
- Adquirir os conceitos base da Cultura Visual.
- Conhecer o enquadramento histórico e sociocultural da Cultura Visual.
- Conhecer os autores contemporâneos da Cultura Visual e as suas tendências, obras de referência e principais características do seu pensamento crítico.
- Fomentar processos de decomposição e análise da imagem como manifestação da Cultura Visual.
- Compreender a importância da Cultura Visual na sociedade contemporânea.
- Desenvolver as capacidades de observação, análise e compreensão de um universo visual contemporâneo.
- Desenvolver as capacidades de produzir e fundamentar discursos sobre a Cultura Visual

3. Referencial de competências
Respeitando o artigo 6º do Decreto-Lei n.º 43/2014, de 18 de março, a descrição do referencial de competências organiza-se de acordo com os domínios: conhecimentos, aptidões e atitudes.
No âmbito desta UC foram definidos os seguintes domínios:

Conhecimentos
- Conhecimentos abrangentes e especializados em linguagem audiovisual
- Conhecimentos abrangentes e especializados em técnicas e tecnologias de produção
audiovisual para diferentes formatos e meios de comunicação
- Conhecimentos abrangentes e especializados de comunicação e difusão audiovisual

Aptidões
- Conceber produções audiovisuais para diversos suportes e meios de difusão, adequadas à
comunicação pretendida
- Conceber e planear soluções criativas para problemas de comunicação audiovisual
- Proceder à desconstrução de produções audiovisuais para a sua compreensão

Atitudes
- Demonstrar disponibilidade para a constante atualização de conhecimentos e ferramentas
na área do audiovisual
- Demonstrar sentido crítico na resolução de problemas de comunicação audiovisual
- Demonstrar capacidade para apresentar soluções criativas adequadas à comunicação
pretendida

Conteúdos programáticos

4. Conteúdos programáticos

Cultura Visual – Conceitos base:
- Signo, significado, significante, sintagma, paradigma, sincronia e diacronia.
Decomposição e análise de imagens:
- Elementos de comunicação visual;
- Tipos de análise vs tipo de imagem;
- Significado das imagens;
- Valor das imagens.
- Os media e a comunicação visual.
Capacidade dos média influenciarem perceções, crenças, atitudes
Cultura Visual e sociedade contemporânea:
- Cultura Visual e publicidade/consumo;
- Cultura Visual e identidade/género;
- Cultura Visual e ideologia/violência


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Os conteúdos programáticos enquadram-se nos objectivos da Unidade Curricular, pois permitem que os alunos adquiram os conceitos base da Cultura Visual, apreendam processos de decomposição e análise de imagens, e compreendam a importância da Cultura Visual na sociedade contemporânea. Quer a aquisição dos conceitos base (signo, significado, significante, sintagma, paradigma, sincronia e diacronia) quer o enquadramento histórico e sociocultural da Cultura Visual, serão feitos através da revisão de textos fundadores, ou seja, das obras de referência de autores contemporâneos.
Para que os alunos adquiram processos de decomposição e análise da imagem como manifestação da Cultura Visual é fundamental que identifiquem os elementos de comunicação visual, conheçam os tipos de análise vs tipo de imagem e compreendam o significado e o valor das imagens. Deste modo, não só poderão ser potenciadas outras áreas do curso, como, fundamentalmente, será possível os alunos experimentarem e adquirirem outras valências de literacia visual, na perspetiva de uma sólida Cultura Visual.
Para que os alunos possam compreender a importância da Cultura Visual na sociedade contemporânea é importante a abordagem dos seguintes conteúdos: Cultura Visual e publicidade/consumo; Cultura Visual e identidade/género; e Cultura Visual e ideologia/violência. Através desses conteúdos, os alunos poderão identificar e desmontar repertórios visuais existentes na atual sociedade e nos media, que visam, por vezes, o favorecimento de determinadas visões e ideologias, ou a criação de processos de alienação.

Metodologias de ensino

As aulas serão divididas em duas partes: a primeira parte terá um teor essencialmente expositivo e conceptual, incidindo nos conteúdos programáticos propostos; e a segunda parte terá uma abordagem mais funcional e prática – espera-se uma discussão participada dos alunos –, partindo da análise de repertórios visuais de imagens fixas e/ou em movimento.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

As metodologias de ensino da Unidade Curricular privilegiam o processo de construção do conhecimento sobre a Cultura Visual e o desenvolvimento das capacidades do aluno enquanto recetor de mensagens visuais.
Embora a primeira parte da aula tenha um teor maioritariamente expositivo, onde se procurará promover o aprofundamento de conceitos e conhecimentos básicos, isso não invalida que, sempre que se justifique, seja suscitado o debate como forma de exercitar o espírito crítico dos alunos. Por sua vez, a segunda parte da aula procurará tornar mais ágeis, mais exigentes e mais informadas as leituras que os alunos fazem dos objetos visuais e de iconografias específicas. Ou seja, através do visionamento e análise de repertórios visuais de imagens fixas e/ou em movimento, pretende-se fomentar processos de decomposição e análise da imagem como manifestação da Cultura Visual, e demonstrar a importância da Cultura Visual na sociedade contemporânea.

Metodologia e provas de avaliação

A avaliação é contínua e incidirá nos seguintes componentes:
|Componente A = 10% – corresponde ao empenho e qualidade da participação nas aulas.
|Componente B = 45% – corresponde à elaboração dois trabalhos de grupo. Estes trabalhos deverão abordar os conceitos base da Cultura Visual (a realizar durante o semestre).
|Componente C = 45% – corresponde à elaboração de diários/narrativas visuais. Os diários/narrativas visuais, acompanhados das respetivas memórias descritivas, serão desenvolvidos a partir de temas contemporâneos da Cultura Visual (a apresentar durante o semestre).

Nota Final = 0,10*A + 0,45*B + 0,45*C

Em caso de impossibilidade de participação nos momentos de avaliação, a avaliação será realizada por exame em data a definir pela Direção (exceto estudantes com estatuto especial).
A avaliação final da uc será afixada no portal da ESE/IPS em data conforme calendário letivo, resultando das avaliações parcelares descritas anteriormente, atribuída numa escala de 0 a 20 valores.

Regime de assiduidade

Tendo em conta a especificidade da formação e a elevada percentagem de UC de formação técnica, a assiduidade dos estudantes rege-se por um mínimo de 75% de frequência à UC.

Os estudantes com estatuto especial e que não possam frequentar regularmente a uc poderão ser avaliados em regime de avaliação contínua, após negociação com o docente da uc. Desta negociação pode resultar a definição de elementos e momentos de avaliação diferentes dos expostos neste programa.

Os estudantes com estatuto normal que não obtenham aproveitamento na avaliação ou não frequentem a uc, serão avaliados por exame (sobre todos os conteúdos expostos neste programa), a ocorrer em data a definir pela Direção da ESE/IPS.


Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  0
  Total: 0

Bibliografia

APARCICI, R., GARCIA-MANTILL, A. (1989) - Reading of Images. Madrid: Ediciones de la Torre.
BARTHES, Roland (1984) - The Clara Chamber. Rio de Janeiro: Fronteira
DONDIS, Donis A (2000) - Visual language syntax. 3ª Ed. São Paulo: Martins Fontes.
MAH, Sérgio (2003) - The photography and the privilege of a modern look. Lisbon: Editions Colibri.
PRAKEL, David (2012) - Fundamentals of Creative Photography. Barcelona; Editorial Gustavo Gili SL.
SHORT, Maria (2013) - Contexts and Narrative in Photography. Barcelona; Editorial Gustavo Gili SL.

Observações

O exame terá a duração de duas horas e consiste em teste escrito sobre os conteúdos abordados em aula e expostos neste programa.

Opções
Página gerada em: 2023-02-02 às 00:42:52 Última actualização: 2010-07-19