Teoria da Imagem

Ficha de unidade curricular - Ano letivo 2020/2021

Código: CS100008
Sigla: TI
Secção/Departamento: Ciências da Comunicação e da Linguagem
Semestre/Trimestre: 2º Semestre
Cursos:
Sigla Anos Curriculares ECTS
CS 5
Nº de semanas letivas: 15
Carga horária:
Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas
Responsável: Lídia Soraya Barreto Marôpo
Corpo docente: Lídia Soraya Barreto Marôpo

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Ao final da unidade curricular o estudante deve ser capaz de:

• Reconhecer a natureza polissémica do termo “imagem” e a multiplicidade de abordagens que convoca.
• Compreender a centralidade das imagens para a construção da vida social na nossa sociedade.
• Perceber como os sentidos sobre as imagens são construídos num contexto alargado que envolve a produção, a imagem, a circulação e a audiência.
• Analisar criticamente os efeitos sociais das imagens.
• Interpretar imagens relacionando os seus elementos formais com o conteúdo e utilizando a teoria semiótica como enquadramento.
• Refletir criticamente sobre a imagem enquanto representação do real.

Conteúdos programáticos

O que é uma imagem? Os conceitos de imagem e a sua problematização.
A civilização da imagem: a omnipresença da imagem e a importância de compreendermos como a imagem comunica e transmite as suas mensagens.
Os efeitos sociais das imagens: a construção de sentidos sobre as imagens em quatro etapas (produção,
imagem, circulação e audiência).
O papel da imagem na construção da realidade: representação, identidades e estereótipos.
Elementos para uma análise da imagem: a teoria semiótica e a construção de um método de análise.
Práticas de análise de imagens no contexto cultural contemporâneo.


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Os conteúdos programáticos previstos ajustam-se aos objectivos porque permitem aos estudantes a
compreensão dos principais conceitos relacionados com o estudo da imagem, analisados numa perspectiva sócio-
histórica, e simultaneamente o treino e desenvolvimento de competências de análise das imagens e ainda o alargamento dos seus conhecimentos e sensibilidade a diferentes manifestações da imagem.

Metodologias de ensino

As sessões são centradas em exposição de conceitos, debates presenciais e em exercícios práticos. Os estudantes são convidados a apresentar os resultados das diferentes atividades.


Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

A metodologia adotada tem como propósito permitir aos estudantes testar as conexões entre a teoria e a sua aplicação prática em exemplos concretos. O trabalho de grupo e exercício em sala de aula solicitados permitem praticar e consolidar as competências que se pretende sejam desenvolvidas pelos estudantes. O teste de avaliação visa permitir ao docente compreender, de uma forma individualizada, as competências adquiridas por cada estudante.

Metodologia e provas de avaliação

O trabalho desenvolvido na UC será objeto de avaliação contínua e sumativa implicando:

a) Teste de aferição: 40%
b) Trabalho em grupo (análise de imagem): 30%
c) Exercícios em sala de aula: 30%.

A avaliação também pode ser feita por exame.

Bibliografia

Hall, S. (1999). Representation: Cultural Representations and Signifying Practices. Londres: Sage.
Howells, R. & Negreiros, J. (2012). Visual Culture, 2ª edição. Cambridge: Polity Press.
Joly, M. (2008). Introdução à Análise da Imagem. Lisboa: Edições 70
Mirzoeff, N. (2009). An Introduction to Visual Culture, 2ª edição. Londres: Routledge.
Rettberg, Jill W. (2014). Seeing Ourselves Through Technology - How We Use Selfies, Blogs and Wearable Devices to See and Shape Ourselves. Basingstoke: Palgrave Macmillan.
Rose, G. (2016). Visual Methodologies – An introduction to researching with visual materials, 4ª edição. Los Angeles: Sage.

Página gerada em: 2021-03-03 às 03:24:21