Artes e Inclusão

Ficha de unidade curricular - Ano letivo 2023/2024

Código: PG_EE08
Sigla: AINC
Secção/Departamento: Artes
Semestre/Trimestre: 2º Semestre
Cursos:
Sigla Anos Curriculares ECTS
PG_EE 4
Nº de semanas letivas: 15
Carga horária:
Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas
Responsável: Carlos Rozendo Barreto Xavier
Corpo docente: Pedro Filipe Morais Duarte Araújo Cunha

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

A Unidade Curricular Artes e Inclusão constitui-se como uma área de formação em que, através da criação, produção e apresentação online de um projeto artístico, os e as estudantes podem adquirir um conjunto de instrumentos práticos e teóricos que permitem articular e estabelecer conexões significantes entre as artes e o trabalho educativo, no âmbito das necessidades específicas. Neste contexto, os objetivos de aprendizagem desta unidade são:
A. Vivenciar experiências de criação artística e de performances integradoras de diferentes expressões, desenvolvendo competências no âmbito das necessidades específicas e no da inclusão;
B. Potenciar o desenvolvimento de instrumentos teóricos, técnicos e artísticos possibilitadores de práticas imaginativas e experimentais;
C. Fomentar a utilização de didáticas e estratégias metodológicas de natureza criativa nos processos de educação e formação interpessoal;
D. Compreender o valor das artes, e das suas diferentes modalidades, no desenvolvimento de uma educação e de uma identidade harmoniosa, num contexto de necessidades específicas e sempre numa perspetiva inclusiva.
No final do trabalho as competências esperadas situam-se em torno de 4 grandes domínios: (a) enquadramento das artes no contexto da Inclusão; (b) conceção, criação e produção de um projeto artístico multimédia; (c) integração das artes, da criatividade e da pedagogia das diferentes expressões em contextos educativos que saibam respeitar e valorizar a diferença; (d) compreensão das diferentes componentes e modalidades do trabalho criativo no âmbito do trabalho com crianças e jovens como necessidade educativas específicas.

Conteúdos programáticos

Os conteúdos programáticos da unidade Artes e Inclusão estão organizados em torno das seguintes temáticas:
1. Os processos de criação e experimentação artística ao vivo e online;
2. Didáticas e metodologias nos processos de fruição artística (criação e interpretação);
3. Aprendizagens, imaginação e criatividades;
4. O papel das artes no contexto da Educação Especial.


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Os conteúdos expressos no ponto 1 e no ponto 2 articulam-se com os objetivos expressos no ponto A e no ponto B. Os processos de criação e de experimentação assim como as suas didáticas e metodologias são mais facilmente apreendidos se tivermos em conta que os objetivos da nossa intervenção pedagógica procuram proporcionar vivências artísticas e desenvolver competências e instrumentos que permitem o domínio estético das diferentes expressões para uma formação harmoniosa e integral do indivíduo na sua especificidade intrínseca. Os conteúdos expressos no ponto 3 e no ponto 4 articulam-se com os objetivos expressos no ponto C e no ponto D, na medida em que a compreensão do valor educativo e do papel formativo das artes, da imaginação e da criatividade só é possível se os nossos objetivos pedagógicos contemplarem a fomentação de didáticas criativas e experimentais na constante busca de uma adequação aos contextos e às necessidades específicas dos aprendizes.

Metodologias de ensino

Tendo em consideração a situação originada pela COVID 19, as sessões processam-se em torno de três componentes fundamentais. Uma primeira componente desenvolve-se em torno do trabalho prático (online) de criação e produção de um projeto artístico envolvendo diferentes tipos de expressões, processos, técnicas, procedimentos e objetivos comunicacionais. Uma segunda componente envolve a apresentação pública online do projeto. Espera-se que cada estudante participe na criação, na produção e na apresentação do projeto artístico comum, bem como nos trabalhos online propostos e na discussão das questões em análise. Espera-se, concretamente, que o estudante leia, analise e discuta os textos propostos; execute os produtos de avaliação solicitados, evidenciando, com clareza e rigor, os conhecimentos adquiridos.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

O trabalho de natureza prática articula-se prioritariamente com os três primeiros conjuntos de objetivos definidos: A, B e C. O trabalho teórico e analítico com os objetivos expressos em D.

Metodologia e provas de avaliação

A avaliação será contínua, incidindo sobre o desempenho nas atividades, nos trabalhos propostos nas aulas e na apresentação pública do projeto artístico. A avaliação contínua tem uma ponderação de 50% e a pontual de 50%. O cálculo da classificação final será elaborado a partir das seguintes ponderações:

Avaliação contínua:
- Assiduidade e participação: 10%
- Desempenho nas atividades e propostas desenvolvidas nas aulas: 20%
- Concepção e desenvolvimento do projeto artístico: 20%

Avaliação pontual:
- Dinâmicas e desempenho inerentes à apresentação pública
do projeto performativo (online): 30%
- Guião (registo escrito final) do projeto performativo: 20%

Página gerada em: 2024-05-21 às 12:01:40