This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Financiamento PRR de 182 novas camas para estudantes já formalizado

PRR viabiliza duas novas residências, em Sines e Barreiro, e a ampliação da já existente em Setúbal

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) assinou ontem com o Governo os contratos-programa que formalizam o financiamento de duas novas residências de estudantes, emSines e no Barreiro, bem como aampliação e remodelação da residência de estudantes de Setúbal.

A cerimónia de assinatura, realizada em Lisboa, contou com a presença do primeiro-ministro, António Costa, e das ministras da Presidência, Mariana Vieira da Silva, e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, estando o IPS representado pela sua presidente, Ângela Lemos. No total, foram contratualizados 119 projetos de residências de estudantes, permitindo a criação de 9356 novas camas, distribuídas por 51 municípios.



No que toca ao IPS, os contratos agora assinados vão permitir a execução dos três projetos candidatados ao Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES), através do financiamento, por via do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), num montante de cerca de 9 milhões de euros.

Com a concretização deste projetos, o IPS reforça a sua oferta de alojamento estudantil com 182 novas camas, o que lhe permitirá "proporcionar uma melhor qualidade de vida aos estudantes deslocados e, por outro lado, dar resposta de alojamento temporário a alguns investigadores e docentes em mobilidade" , considera a presidente da instituição, Ângela Lemos.

Para a Residência de Estudantes de Santiago, nas imediações do campus de Setúbal do IPS, está prevista a renovação do edifício existente e a sua ampliação, uma intervenção com conclusão prevista até fevereiro de 2025 e que resultará em 85 camas adicionais.

No Barreiro, onde tem instalada uma das suas escolas superiores de Tecnologia (ESTBarreiro/IPS), o IPS aposta numa construção nova, em terreno cedido pelo município, com capacidade para 50 camas.

Neste pacote de investimentos, está ainda prevista uma terceira construção, em terreno cedido pela Câmara Municipal de Sines e que pretende servir os estudantes da nova Escola Superior a erigir no Alentejo Litoral, disponibilizando vagas de alojamento para 47 estudantes. Estima-se que os novos equipamentos no Barreiro e em Sines possam começar a ser ocupados a partir de dezembro de 2023.

Foto: João Bica

16 setembro/2022

Opções
Últimas Notícias
IPS lidera agenda de Investigação e Inovação no espaço europeu
Cerimónia Comemorativa do Dia do IPS | 7 de outubro
Aulas de Mandarim | Inscrições: 11 e 12 de outubro
Presidente do IPS integra Comissão Permanente do CCISP
IPS assina contratos no âmbito das Agendas Mobilizadoras