This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

IPS lidera agenda de Investigação e Inovação no espaço europeu

Projeto E³UDRES² Ent-r-e-novators foi hoje apresentado em reunião de arranque

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) acolhe entre hoje e amanhã a reunião de arranque do projeto europeu E³UDRES² Ent-r-e-Novators, que pretende ser um dos pilares de suporte da aliança universitária E³UDRES² na sua dimensão da Investigação, Desenvolvimento e Inovação (ID&I).

A decorrer em formato híbrido a partir do campus de Setúbal do IPS, o encontro abriu hoje de manhã com as boas-vindas da Presidência do IPS, prosseguindo com uma apresentação dos participantes e equipas de trabalho e com a intervenção de Alina- Maria Bercea, responsável da Comissão Europeia pelo projeto. Ao docente e investigador do IPS, Luís Coelho, que lidera a equipa de coordenação, coube a apresentação global do projeto, cujos detalhes serão desvendados ao longo dos dois dias de reunião.

Liderado pelo IPS, o projeto E³UDRES² Ent-r-e-Novators reúne assim os seis parceiros fundadores desde consórcio europeu em construção desde 2020 e estará no terreno até 2025 com a missão de fazer um levantamento das condições do trabalho de investigação no extenso campus da E³UDRES² - de Portugal  à Letónia, passando pela Hungria, Roménia, Áustria e Bélgica.

##1## ##2## ##3##

O projeto é financiado pela Comissão Europeia, através do programa Horizonte Europa, no quadro do seu pilar respeitante à excelência científica (call HORIZON- WIDERA-2021-ACCESS-05), que pretende fortalecer a capacidade de investigação e inovação das instituições de ensino superior europeias e respetivos  ecossistemas.

Nestes 36 meses de trabalho, o projeto Ent-r-e-Novators propõe-se realizar um diagnóstico do património já existente nesta parcela do território europeu em matéria de investigação e inovação, debruçando-se em áreas fundamentais como  infraestruturas, equipamentos e recursos humanos, atividades, linhas, grupos e redes de ID&I, bem como políticas e práticas de Ciência Aberta e de envolvimento com a sociedade. 

O projeto tem como resultados esperados o desenvolvimento conjunto de estratégias, associadas a cinco diferentes módulos de transformação, bem como a execução dos respetivos programas piloto, de forma a que "se desbloqueie o nosso potencial de excelência em investigação e inovação, para acelerar a transformação num Centro Europeu Multi-institucional de Investigação e Inovação para Regiões Inteligentes e Sustentáveis", refere a equipa de coordenação, do IPS.

Neste processo de construção de uma agenda comum de ID&I, a grande meta é potenciar a investigação de e para a regiões envolvidas - que está no ADN da E³UDRES² - através, não só do reforço da cooperação das instituições do ensino superior (IES) com o meio envolvente, trabalhando modelos de cooperação mais integrados e trabalhados a longo prazo, como também de uma maior proximidade e envolvimento dos cidadãos, transformando as IES em instituições mais abertas e conectadas.

06 de outubro/2022

Opções
Últimas Notícias
Oficina Lu Ban Portuguesa assinala 4º aniversário
Embaixada da China e IPS estudam 'novos canais de colaboração'
IPS arranca com cursos breves nas áreas da Saúde e Competências Digitais
Bolsas Santander Futuro | Candidaturas até 15 de dezembro
Projeto Demola | Gestão de Projetos em Co-Criação | Inscrições abertas