This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Politécnico de Setúbal distinguido com duas bandeiras EcoCampus

Campi de Setúbal e do Barreiro reconhecidos pela boa gestão ambiental

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) foi reconhecido ontem, dia 19, em Coimbra, com duas bandeiras EcoCampus, que premeiam as boas práticas ambientais desenvolvidas nos campi de Setúbal e do Barreiro, por onde se distribuem as suas cinco escolas superiores.

O EcoCampus, galardão entregue pela primeira vez em Portugal, integra um novo programa da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) que pretende promover a sustentabilidade nas instituições de ensino superior (IES). É coordenado a nível internacional pela Foundation for Environmental Education (FEE) e constitui um processo suplementar ao programa Eco-Escolas e à sua metodologia dos "7 passos", ao promover a melhoria contínua da gestão ambiental dos campi.

Com esta distinção, só disponível às  IES reconhecidas como Eco-Escolas - o caso das cinco escolas superiores do IPS, que, desde 2018/2019 e até à data, vêm conquistando este galardão - o IPS propõe-se cumprir um programa de ação para três anos, que envolve todos os serviços e valências dos seus campi e que inspira e mobiliza à adoção de comportamentos sustentáveis nas comunidades académica e local.

##1## ##2##

"Este galardão é o reconhecimento pelas práticas e a estratégia do IPS, nos campi de Setúbal e do Barreiro, para os próximos três anos, com vista à melhoria do desempenho ambiental e o desenvolvimento dos seus eixos estratégicos em torno dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)", afirma Carlos Mata, vice-presidente do IPS para a Sustentabilidade, realçando a importância da "sensibilização e mobilização da comunidade académica e local" neste processo de construção de um EcoCampus "em prol de uma sociedade mais equilibrada, coesa e sustentável".

As bandeiras EcoCampus vêm, deste modo, consolidar a posição do IPS enquanto IES que investe, de forma continuada e consequente, na gestão ambiental e na educação para a sustentabilidade.

São disso exemplo iniciativas como a identificação e caracterização de espécies de fauna e flora e a recolha de imagens do património natural de ambos os campi, que culminaram na criação de uma Estação da Biodiversidade, bem como a instalação de caixas-ninho para aves, o enriquecimento do território com a plantação de espécies autóctones e a criação do projeto de ciência cidadã na plataforma Biodiversity4All.

Paralelamente, têm sido desenvolvidas outras atividades como o reforço do número de ecopontos, no interior dos edifícios e nos espaços exteriores, e de dispensadores de água, as sessões de divulgação e debate com especialistas sobre os ODS, o concurso "IPS Sustentável", em parceria com o Banco Santander, ou ainda a ação anual de limpeza do Estuário do Sado, como parte do programa de acolhimento aos novos estudantes.

21 de outubro/2022

Opções
Últimas Notícias
Oficina Lu Ban Portuguesa assinala 4º aniversário
Embaixada da China e IPS estudam 'novos canais de colaboração'
IPS arranca com cursos breves nas áreas da Saúde e Competências Digitais
Bolsas Santander Futuro | Candidaturas até 15 de dezembro
Projeto Demola | Gestão de Projetos em Co-Criação | Inscrições abertas