This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Candidatos Candidaturas Licenciaturas Candidaturas a Acesso Mudança de Par Instituição/Curso e Reingresso Candidaturas (1º Semestre)
CANDIDATURAS - MUDANÇA DE PAR INSTITUIÇÃO/CURSO (1º SEMESTRE)
Informação Candidaturas
Critérios de Seriação
Pré-requisitos
Fases do Processo
Calendário
Vagas
Júris
Legislação
FAQ's
Candidaturas - Mudança de Par Instituição/Curso (1º Semestre)
Candidaturas - Mudança de Par Instituição/Curso (2º Semestre)
Candidaturas - Reingresso

Resultados - Mudança de Par Instituição/Curso (1º Semestre)
Resultados - Mudança de Par Instituição/Curso (2º Semestre)
Resultados - Reingresso


CANDIDATURAS - CONCURSO MUDANÇA DE PAR INSTITUIÇÃO/CURSO (1º SEMESTRE)

Concurso destinado aos candidatos que pretendam inscrever-se noutro curso do IPS ou em qualquer curso do IPS, oriundos de outra instituição de ensino superior. Concurso destinado, igualmente, aos candidatos tenham estado matriculados e inscritos em estabelecimento de ensino superior estrangeiro em curso definido como superior pela legislação do país em causa, e que pretendam inscrever-se em curso diferente.

Este concurso realiza-se em dois momentos no ano (consulte os itens Calendário e Vagas):

    a) durante os meses de julho e agosto (candidaturas para o 1º semestre);
    b) durantes os meses de dezembro e janeiro (candidaturas para o 2º semestre).

Não é permitida a utilização deste regime por estudantes acabados de ingressar no ensino superior através de um dos concursos do regime geral de acesso ou dos concursos especiais. Não é igualmente permitida a utilização deste regime pelos estudantes que ingressaram no ensino superior pelos regimes especiais, através do contingente de estudantes bolseiros nacionais de países africanos de expressão portuguesa, no quadro dos acordos de cooperação firmados pelo Estado Português.

De acordo com a nova legislação (Portaria n.º 181-D/2015, de 19 de junho), apenas podem requerer a mudança para um curso do IPS os estudantes que:

    a) Tenham estado matriculados e inscritos noutro par instituição/curso e não o tenham concluído;
    b) Tenham realizado os exames nacionais do ensino secundário correspondentes às provas de ingresso fixadas para esse par, para esse ano, no âmbito do regime geral de acesso;
    c) Tenham, nesses exames, a classificação mínima exigida pela instituição de ensino superior, nesse ano, no âmbito do regime geral de acesso.

A demonstração das condições supra (estudantes que ingressaram pelo concurso nacional de acesso) pode ser realizada através da entrega da denominada ficha ENES ou de declaração da instituição de ensino superior que ministra o curso que frequentam.

Para os estudantes que ingressaram no ensino superior através das PROVAS M23, reguladas pelo Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 113/2014, de 16 de julho, a condição estabelecida acima pode ser substituída pela aplicação dos n.os 2 e 3 do artigo 12.º do referido diploma. Assim, o estudante terá que ser titular de provas M23, realizadas no IPS ou noutra instituição, que o júri considere equivalentes às exigidas para o curso do IPS.

Para os estudantes que ingressaram no ensino superior com a titularidade de um CET, a condição estabelecida acima pode ser substituída pela aplicação dos artigos 7.º e 8.º do Decreto- Lei n.º 113/2014, de 16 de julho. Assim, é apenas condição que o curso admita o acesso a titulares de CET.

Para os estudantes que ingressaram no ensino superior com a titularidade de um CTeSP, a condição estabelecida acima pode ser substituída pela aplicação dos artigos 10.º e 11.º do Decreto-Lei n.º 113/2014, de 16 de julho. ssim, é apenas condição que o curso admita o acesso a titulares de CTeSP.

Para os estudantes internacionais, a condição estabelecida acima pode ser substituída pela aplicação do disposto nos artigos 5.º e 6.º do Decreto-Lei n.º 36/2014, de 10 de março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 113/2014, de 16 de julho. Assim, são condições para a mudança de par instituição/curso, que os estudantes internacionais verifiquem a condição de qualificação académica específica para ingresso curso e acondição de conhecimento da língua ou línguas em que o ensino vai ser ministrado. Aos estudantes internacionais que acedam pelo contingente de MUDANÇA DE CURSO será aplicada uma propina diferenciada (ver Propina).

Através dos links abaixo, associados aos cursos de licenciatura ministrados nas Escolas do IPS, pode apresentar a sua candidatura ao concurso de mudança de curso.

ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS (ESCE)

    Brevemente disponível.

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO (ESE)

    Brevemente disponível.

ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE (ESS)

    Brevemente disponível.

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE SETÚBAL (ESTSETÚBAL)

    Brevemente disponível.

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DO BARREIRO (ESTBARREIRO)

    Brevemente disponível.

Nas candidaturas é obrigatória a submissão de todos os documentos exigidos. Caso não os possua, preencha a Minuta_NaoEntregaDocumento (DOC | 433KB) e submeta-o.