This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Maria Emília Brederode Santos é a nova presidente do Conselho Nacional de Educação

Eleita pela Assembleia da República, no passado dia 20 de outubro

Maria Emília Brederode Santos, presidente do Conselho Geral do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), é agora também, desde o passado dia 20 de outubro, presidente do Conselho Nacional de Educação, depois de eleição realizada em audição parlamentar da Comissão de Educação e Ciência.

##1##

Licenciada em Ciências da Educação pela Universidade de Genebra (Suíça) e mestre em Análise Social da Educação pela Universidade de Boston, Maria Emília Brederode Santos é atualmente membro do Conselho de Opinião da RTP, da Comissão de Honra do Plano Nacional de Leitura e do Conselho Consultivo da Educação Financeira. Do seu currículo constam, entre outros cargos, a coordenação do Grupo de Trabalho responsável pela Proposta Curricular de Educação para a Cidadania (2009-2011), a presidência do Instituto de Inovação Educacional do Ministério da Educação (1997- 2002) e a participação como membro da Comissão Nacional para a Educação em matéria de Direitos Humanos (1998- 2004).

Órgão independente, o Conselho Nacional de Educação exerce funções consultivas, competindo-lhe emitir opiniões, pareceres e recomendações sobre todas as questões relativas à Educação, por iniciativa própria ou em resposta a solicitações apresentadas pela Assembleia da República e pelo Governo.

Maria Emília Brederode Santos, uma das mais reconhecidas especialistas nacionais em matéria de Educação, apontou, em intervenção recente, no âmbito das comemorações do Dia do IPS, os desafios que se colocam ao sistema educativo em plena 4.ª Revolução Industrial, em que "a única previsibilidade é a constante mudança".

"Temos que fazer um esforço de previsão dentro de toda esta incerteza, investindo na investigação e formação nestas novas tecnologias digitais, da informática, da robótica, da inteligência artificial", defendeu, adiantando que os saberes que hoje importam incluem conhecimentos, sim, mas também a "capacidade de os pôr em prática, de saber resolver problemas com eles".

Nesse sentido, exige-se à escola de hoje, e ao ensino superior em particular, que saiba inspirar "sentido crítico, criatividade, cidadania, a abertura aos outros e capacidades interculturais", concluiu a presidente do Conselho Geral do IPS.

 

Outras Notícias nesta Newsletter:
Cinco mil alunos vão aprender programação com o apoio do IPS
Maria Emília Brederode Santos é a nova presidente do Conselho Nacional de Educação
IPS apoia gestão turística em dois municípios através do projeto TARGET
IPS e Centennial College cooperam nas áreas da aeronáutica e automóvel
Docentes da ESE/IPS desenvolvem formação na área da educação em Luanda

Subscrever a Newsletter

Arquivo Newsletter - Ano 2015 | Ano 2016 | Ano 2017 




outubro 2017

Opções
Últimas Notícias
IPS abre candidaturas a mestrado pioneiro para profissionais de Logística
Politécnico de Setúbal já é campus europeu
Politécnico de Setúbal coloca mais de mil novos estudantes
Politécnico de Setúbal regressa ao ensino presencial
Atualização COVID-19 | Ano letivo 2020/2021