This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

IPS vê aprovada candidatura SONDA2026 ao PRR

Projeto, com mais de 150 parceiros, recebe financiamento de cerca de 10 M¤

##1##

O projeto SONDA2026 - Smart Open Networks for Development Acceleration, candidatado pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), acaba de ser aprovado para financiamento, tendo obtido a classificação de 9,63 (num máximo de 10 pontos), a mais elevada entre todos os Politécnicos.

A candidatura, que agrega mais de 150 parceiros e que será financiada com o montante de 9 804 000¤, foi submetida aos programas "Impulso Jovens STEAM" e "Impulso Adultos", criados para apoiar iniciativas a desenvolver por instituições de ensino superior (IES), em parceria ou consórcio com empresas, autarquias e outras entidades públicas locais, regionais e nacionais.

O projeto propõe-se cobrir três lacunas essenciais na oferta pública de ensino superior, nomeadamente a inexistência de Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) na zona norte de Lisboa, que já está a ser suprida pelo IPS com a abertura de quatro formações nos concelhos de Amadora, Loures e Vila Franca de Xira.

Outro vazio identificado fiz respeito à inexistência de um estabelecimento de ensino superior que sirva a região do Alentejo Litoral e que será colmatado com a sexta escola superior do IPS, projeto a erguer de raiz numa parceria com a Câmara Municipal de Sines, na sequência de protocolo assinado em julho último.

Por último, a candidatura aprovada propõe-se contribuir para ultrapassar o défice nacional no que respeita à formação ao longo da vida, em especial nas áreas das competências digitais e da saúde.

Segundo o presidente da instituição, Pedro Dominguinhos, o projeto SONDA2026 "constituirá um marco relevante para o IPS e para a região, porquanto permite qualificar mais pessoas, jovens e adultos, promover a inclusão e o desenvolvimento regional" e, também, salienta, "financiar a construção de um edifício próprio para a Escola Superior de Saúde", projeto pendente há 20 anos.

Além do Município de Sines, a referida candidatura resulta de um conjunto de parcerias, nomeadamente com um vasto número de empresas nas áreas das Tecnologias de Informação e Comunicação, como a Microsoft, a Everis ou a Deloitte, e também com instituições particulares de solidariedade social, misericórdias, hospitais, unidades de saúde e outras autarquias.

Recorde-se que o programa "Impulso Jovens STEAM" tem por objetivo promover e apoiar iniciativas orientadas exclusivamente para aumentar a graduação superior de jovens em áreas de ciências, tecnologias, engenharias, artes e matemática (STEAM- Science, Technology, Engineering, Arts and Mathmetics). Apoiar a conversão e atualização de competências de adultos ativos é, por seu turno, o intuito do programa "Impulso Adultos".

10 de novembro/2021

 

Opções
Últimas Notícias
Change CornER | I Seminário sobre Economia Circular na Região de Setúbal
Jornal MoveTe | nova edição já disponível
Curso de Formação Científica e Pedagógica de Voluntári@s
IPS distinguido por boas práticas na área da sustentabilidade
Estudantes do IPS criam aplicações para cuidadores de doentes de Alzheimer