This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

IPS integra quatro consórcios aprovados no âmbito das Agendas Mobilizadoras

Mais de 45 investigadores envolvidos em projetos de inovação empresarial

##1##

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) integra quatro dos 51 consórcios recentemente aprovados para financiamento no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), através do concurso Agendas Mobilizadoras para a Inovação Empresarial.

As quatro propostas finais selecionadas dizem respeito a áreas como os setores aeroespacial e automóvel, logística e transportes, tecnologias de produção para a reindustrialização, digitalização e indústria 4.0, entrando agora na fase negocial, durante a qual serão fixados os montantes de apoio em função do pacote financeiro disponível.

A participação do IPS nestes projetos estratégicos implica um financiamento de cerca de nove milhões de euros e o envolvimento direto de mais de 45 docentes/investigadores, o que "revela o reconhecimento pelo trabalho de investigação que tem vindo a desenvolvido" e "o nosso alinhamento estratégico enquanto instituição focada na inovação e na valorização e partilha do conhecimento", como sublinha a sua presidente, Ângela Lemos. Nestas quatro agendas estão contempladas "áreas fundamentais do conhecimento produzido internamente, o que vem valorizar a posição do IPS no desenvolvimento regional", adianta a responsável.

No que respeita ao projeto Aero.Next Portugal, que abrange aos setores aeroespacial e automóvel, o IPS, sob coordenação do docente Ricardo Cláudio, da Escola Superior de Tecnologia de Setúbal (ESTSetúbal/IPS), participa em dois programas verticais da agenda, que darão origem a produtos ou produtos/serviços, e aporta um "contributo muito expressivo, em conjunto com a empresa Lauak Portugal, num programa transversal a todos os outros". Neste caso, a instituição propõe-se  desenvolver investigação e apoiar a empresa Lauak Portugal na qualificação e certificação do processo de fabrico aditivo (impressão 3D), para a produção de peças, que, numa primeira fase, irão ser integradas nas aeronaves dos programas verticais.

O projeto Nexus, cujo envolvimento do IPS tem coordenação do docente Tiago Pinho, da Escola Superior de Ciências Empresariais (ESCE/IPS), foca-se na valorização e exploração de produtos e serviços, com forte potencial de exportação, e que abordam os principais desafios e lacunas identificados na logística em Portugal. Neste âmbito, será criado um ecossistema de 28 produtos e serviços para a Transição Verde e Digital nos setores dos transportes e multimodal, que terá o seu centro na plataforma de colaboração Nexus Open Data.

Já no âmbito da fileira das tecnologias de produção para a reindustrialização, o IPS está presente no projeto Produtech R3 com a missão de desenvolver e implementar uma plataforma inovadora - CircProsys - para avaliação de circularidade de materiais e produtos em soluções flexíveis e customizáveis tendo como base a digitalização. Coordenado pelos docentes Pedro Cunha e Fernando Cunha, ambos da ESTSetúbal/IPS, o contributo do IPS visa igualmente a classificação de materiais e sub-produtos que potenciem o aumento da circularidade e da simbiose industrial.

Por último, o IPS participa na agenda Drivolution, apostada na criação de um modelo de fábrica do futuro assente na digitalização de processos e na diminuição de pegada carbónica  na indústria automóvel. A sua participação, em colaboração estreita com a empresa Instrosys e a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT NOVA), visa globalmente a implementação de um Sistema Automático de Deteção de Defeitos (Automatic Defects Detection System), sendo que à equipa do IPS, coordenada pelos docentes Rui Neves Madeira e Miguel Guevara Lopez (ESTSetúbal/IPS), cabe especificamente o desenvolvimento de componentes de manutenção preditiva e manuais interativos baseados em realidade aumentada.

21 de junho/2022

Opções
Últimas Notícias
IPS lança novo site da aliança E³UDRES²
Estudantes do IPS projetam campus do futuro com colegas europeus
Unidades Curriculares Isoladas | Candidaturas abertas
CTeSP | Candidaturas a partir de 1 de julho
Prémio Carreira alumniIPS | Propostas até 11 de setembro