This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Cursos > Disciplinas > LGP20008
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESE Setúbal
Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

Teoria e Prática da Tradução e Interpretação III

Informações

    As horas de Tutoria ocorrem em horário a estabelecer com o(s) docente(s) da UC.


Ano letivo: 2021/2022 - 2S

Código: LGP20008    Sigla: TPTIII
Áreas Científicas: Línguas e Literatura
Secção/Departamento: Ciências da Comunicação e da Linguagem

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular ECTS Horas Contacto Horas Totais
LGP 16 Plano de Estudos 7,0 84 189,0

Nº de semanas letivas: 15

Responsável

DocenteResponsabilidade
Maria José Duarte FreireResponsável

Carga horária

Horas/semana T TP P PL L TC E OT OT/PL TPL O S
Tipologia de aulas

Corpo docente

Tipo Docente Turmas Horas
Horas de Contacto Totais 1 5,60
Maria José Freire   5,60

Língua de Ensino

Português

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

e Língua Gestual Portuguesa.

TPTI 3 encerra o ciclo de formação básica dos estudantes, futuros intérpretes de LGP. Estabelece um patamar de competências essenciais ao desempenho das funções de ILGP. Recupera e completa os conhecimentos e competências necessários a este desempenho a um nível básico, preparando os estudantes para TPTI 4 e 5.
As competências técnicas, práticas e teóricas desenvolvidas são aquelas consideradas essenciais ao desempenho das funções de ILGP no que diz respeito ao domínio das línguas em presença, LGP e LP, respetivas condicionantes linguísticas e culturais, e às estratégias de tradução adequadas aos diversos contextos.

Conteúdos programáticos

Introdução aos contextos específicos de tradução e interpretação: contextos de tradução e interpretação específicos do âmbito da educação nos diversos níveis educativos: básico, secundário e superior; contexto religioso; estratégias de tradução de caráter linguístico e cultural/equivalentes de tradução - expressões idiomáticas e provérbios; aprofundamento da tradução para voz; conhecimento sobre ajudas técnicas; exercícios práticos de tradução e interpretação de e para LGP.


Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da UC

Compreensão das funções do tradutor intérprete de LGP e aquisição de conhecimentos teóricos e práticos mais específicos. As temáticas abordadas nesta UC pretendem levar os estudantes a aprofundar e desenvolver os seus conhecimentos e competências no âmbito da tradução e interpretação em geral e no contexto da LGP em particular.

Metodologias de ensino

Abordagem teórica: exposição de temas; distribuição de documentação; pesquisa temática orientada; apresentação de temas relacionados com os conteúdos pós pesquisa dos alunos; discussão e debate.
Abordagem prática: realização de exercícios práticos de interpretação e tradução; exercícios de tradução em LGP; gravações áudio e vídeo e sua análise e correção,
Exercícios de tradução para voz através da visualização de vídeos e treino da leitura da LGP e sua respetiva tradução escrita/oral; elaboração de glosas das gravações vídeo e áudio e de glosas de correção.

Durante o período de isolamento, devido à pandemia de COVID-19, as aulas serão realizadas à distância (EaD) através do uso de meios eletrónicos e plataformas de comunicação online adequadas aos respetivos conteúdos da UC.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objetivos de aprendizagem da UC

A articulação entre a abordagem teórica e a abordagem prática pretende incentivar a participação ativa e interessada por parte dos alunos, essencial ao progresso da disciplina e à obtenção de sucesso nas avaliações.
A par de uma participação nas aulas, realização de pesquisas orientadas, realização dos exercícios propostos pela docente, dinamiza-se a participação em atividades extracurriculares potenciadoras dos conhecimentos adquiridos nas aulas (seminários, encontros, conferências e eventos relacionados com a comunidade surda)
Desenvolvimento dos conhecimentos teóricos e práticos. Capacidade de identificar, selecionar e utilizar estratégias de tradução adequadas aos diferentes contextos de tradução e interpretação, atingindo sucesso em traduções de dificuldade média. Os exercícios práticos desenvolvidos nesta UC pretendem criar um ambiente propício à assimilação destes conhecimentos e à adoção das estratégias mais adequadas.

Metodologia e provas de avaliação

Avaliação Teórica (trabalho teórico/teste) - 30%
Avaliação Prática (1/2 trabalhos práticos de tradução para LGP/LP - gravação audiovisual e glosa):
40% TLGP+25% TLP = 65%
- Participação; Assiduidade; Trabalho autónomo; TPC - 5%
.................
A avaliação por exame inclui três provas:
1 - avaliação teórica por escrito, com a duração de 1 hora+30 minutos de tolerância (30% da nota;
2 - avaliação prática composta por uma gravação vídeo de uma tradução de LP para LGP com duração de 5 minutos, seguida da elaboração de uma glosa escrita de análise e correção da gravação vídeo, com a duração de 1 hora (50% da nota).
3 - avaliação prática composta por uma gravação áudio de uma tradução de LGP para LP com duração de 5 minutos, seguida da elaboração de uma glosa escrita de análise e correção da gravação áudio, com a duração de 1 hora (20% da nota).

COVID 19 - Consoante a duração do período de isolamento, e da forma como esta afetar a metodologia de avaliação da UC, serão propostas formas alternativas de avaliação, de acordo com as características da unidade curricular.

Bibliografia

Bibliografia indicada em ITI, TPTI 1, TPTI 2 e:
Erting, C. J. (1994). The Deaf Way: perspectives from the International Conference on Deaf Culture,
Washington: Gallaudet University
Kyle, J. G., B. Woll (1991). Sign Language – The Study of Deaf People and Their Language, Cambridge, New York, Port Chester, Melbourne, Sydney: Cambridge University Press
Mindess, A. (1999). Reading Between the Signs – Intercultural Communication for Sign Language
Interpreters, Yarmouth, Maine – USA: Intercultural Press, Inc.
Seal, B.C. (1998). Best Practices in Educational Interpreting, Boston, London, Toronto, Sydney, Tokyo,
Singapore: Allyn and Bacon
Stewart, D. A., J. D. Schein, B. E. Cartwright, (1998), Sign Language Interpreting – Exploring its Art and Science, Boston, London Toronto, Sydney, Tokyo, Singapore: Allyn and Bacon

Opções
Últimas Notícias
Preservar para Viver!
Exposição Pessoal(mente) falando
Semana das Ciências do Desporto | 2022
Scratch Day 2022
Aula Aberta | "Um Serviço Público de Cultura"
Página gerada em: 2022-05-18 às 03:56:37 Última actualização: 2010-07-19