This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Notícias > Land Art: a natureza como recurso de aprendizagem
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESE Setúbal
Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

Land Art: a natureza como recurso de aprendizagem

Relatório da componente de investigação do Relatório de Estágio do Mestrado em Ensino de Educação Visual e Tecnológica no Ensino Básico


Nunes, Ana Margarida (2011). Land Art: a natureza como recurso de aprendizagem. - 1 disco ótico (CD-Rom)

Relatório da componente de investigação do Relatório de Estágio do Mestrado em Ensino de Educação Visual e Tecnológica no Ensino Básico, apresentado na Escola superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, sob a orientação do Professor João Paulo Pires.

"A escolha do tema, Land Art, a natureza como recurso de aprendizagem, surgiu por permitir uma articulação perfeita entre duas áreas: arte e ecologia. Sendo que neste estudo a arte assume a forma particular de Land Art e relativamente à ecologia interessa a relação entre o aluno e o meio natural envolvente.
Consideramos a Land Art, como um processo artístico de carácter experimental e de apropriação na paisagem, na natureza, constituído por duas fases. A primeira, de carácter efémero, refere-se ao local de concretização da intervenção (objecto e/ou acção); enquanto que a segunda é definida pela necessidade de documentar e registar áudio visualmente a intervenção, o produto cultural que é apresentado ao público.
A ecologia, é entendida como a ciência que estuda as inter-relações entre os organismos vivos - incluindo o homem -; bem como das relações desses seres vivos com o meio onde vivem.
O meio natural envolvente, por seu turno, é visto como um conceito multidimensional que integra várias dimensões: aquelas mais objectivas (a materialidade; os recursos naturais; paisagem), mas também as subjectivas (valores e visão que lhes estão subjacentes: subsistência; fonte de prazer; bem estar; algo a preservar). A percepção do meio natural envolvente é um processo de aquisição e de reelaboração da informação ambiental, que depende de factores intrínsecos (sensoriais e psicológicos) e extrínsecos (culturais) ao ser humano.
Neste estudo empírico, fomos orientados pela seguinte questão: "Será que a Land Art promove a sensibilização dos alunos para o meio natural envolvente?"
Nesse sentido, propusemo-nos verificar se a estratégia adoptada permitia a sensibilização ao meio natural envolvente, bem como se o contacto com o meio natural envolvente contribuía para a aplicação de elementos da linguagem visual.
Os resultados obtidos parecem evidenciar um despertar da sensibilidade dos alunos para com a natureza, mas também consigo próprios. Por outro lado, pensamos que a utilização de uma estratégia, como a Land Art, com componente experimental, apura a observação, facilitando a aplicação dos elementos da linguagem visual. Na verdade, os conteúdos pedagógicos tornam-se mais perceptivos quando trabalhados na prática."


Opções
Últimas Notícias
Provas públicas para apreciação do relatório do projeto de investigação dos Mestrados
Candidaturas para Estudantes Internacionais
Pós-Graduação em Administração e Gestão de Escolas
Inscrição nos Exames Época Especial ON-LINE
Candidaturas aos Mestrados em Educação e Ensino - 2ª fase
Página gerada em: 2014-07-22 às 20:31:03