This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
home
Início > Notícias > Land Art: a natureza como recurso de aprendizagem
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESE Setúbal
Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

Land Art: a natureza como recurso de aprendizagem

Relatório da componente de investigação do Relatório de Estágio do Mestrado em Ensino de Educação Visual e Tecnológica no Ensino Básico


Nunes, Ana Margarida (2011). Land Art: a natureza como recurso de aprendizagem. - 1 disco ótico (CD-Rom)

Relatório da componente de investigação do Relatório de Estágio do Mestrado em Ensino de Educação Visual e Tecnológica no Ensino Básico, apresentado na Escola superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, sob a orientação do Professor João Paulo Pires.

"A escolha do tema, Land Art, a natureza como recurso de aprendizagem, surgiu por permitir uma articulação perfeita entre duas áreas: arte e ecologia. Sendo que neste estudo a arte assume a forma particular de Land Art e relativamente à ecologia interessa a relação entre o aluno e o meio natural envolvente.
Consideramos a Land Art, como um processo artístico de carácter experimental e de apropriação na paisagem, na natureza, constituído por duas fases. A primeira, de carácter efémero, refere-se ao local de concretização da intervenção (objecto e/ou acção); enquanto que a segunda é definida pela necessidade de documentar e registar áudio visualmente a intervenção, o produto cultural que é apresentado ao público.
A ecologia, é entendida como a ciência que estuda as inter-relações entre os organismos vivos - incluindo o homem -; bem como das relações desses seres vivos com o meio onde vivem.
O meio natural envolvente, por seu turno, é visto como um conceito multidimensional que integra várias dimensões: aquelas mais objectivas (a materialidade; os recursos naturais; paisagem), mas também as subjectivas (valores e visão que lhes estão subjacentes: subsistência; fonte de prazer; bem estar; algo a preservar). A percepção do meio natural envolvente é um processo de aquisição e de reelaboração da informação ambiental, que depende de factores intrínsecos (sensoriais e psicológicos) e extrínsecos (culturais) ao ser humano.
Neste estudo empírico, fomos orientados pela seguinte questão: "Será que a Land Art promove a sensibilização dos alunos para o meio natural envolvente?"
Nesse sentido, propusemo-nos verificar se a estratégia adoptada permitia a sensibilização ao meio natural envolvente, bem como se o contacto com o meio natural envolvente contribuía para a aplicação de elementos da linguagem visual.
Os resultados obtidos parecem evidenciar um despertar da sensibilidade dos alunos para com a natureza, mas também consigo próprios. Por outro lado, pensamos que a utilização de uma estratégia, como a Land Art, com componente experimental, apura a observação, facilitando a aplicação dos elementos da linguagem visual. Na verdade, os conteúdos pedagógicos tornam-se mais perceptivos quando trabalhados na prática."


Opções
Últimas Notícias
Provas públicas para apreciação do relatório do projeto de investigação dos Mestrados
Ação de formação no Centro de Formação das Escolas dos Concelhos do Barreiro e Moita - Linguagem de Programação SCRATCH
Workshop "Didática com Crianças NEE "
Curso de Formação "Exploração e construção de situações de aprendizagem com TIC com recurso à utilização da linguagem de programação Scratch"
Seminário "Animação, Património e Turismo Sustentável"
Página gerada em: 2014-11-01 às 00:03:31